ARAÇATUBA | 22 OUTUBRO
| 21:40 | 18° MIN 30°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CULTURA E ARTE
Anunciante
RECITAL
Violonista araçatubense lança CD de músicas clássicas neste sábado
Anunciante

O violonista Paulo Renato Lourenço, 40 anos, lança, neste sábado (19), o seu primeiro trabalho solo, o CD “Recital”, que reúne músicas clássicas de vários períodos da história da música, do barroco ao clássico até o romântico, passando pelos séculos 17, 18 e 19 até o início do 20. O lançamento será no Espaço Fábrica da Arte, a partir das 20h30. 

O álbum tem 11 faixas e inaugura o selo Violão e Violão. A peça que abre o CD é “Asturias”, do compositor espanhol Isaac Albéniz (1860 -1909). “Esta música tem uma energia bacana, o que sempre causa impacto no público. Tem rasgueio, arpejos velozes, é uma peça para piano, mas foi pensada para ser tocada no violão”, explica. Também de Albéniz, há “Rumores de La Caleta”.
O CD reúne ainda as composições “Aria Detta la Frescobalda”, de Girolamo Frescobaldi (1503 – 1643); “Canários”, de Gaspar Sanz (1640 – 1710) e “Fantasia”, de S. L. Weizz (1687 – 1750), dentre outras.

Dentre as músicas escolhidas, algumas são peças originais para violão. Outras são transcrições de piano, cravo, alaúde e guitarra barroca. “Coloquei a minha própria interpretação em cada peça. Peguei as transcrições, comparei com a versão original e fiz a minha transcrição”, conta. O disco começa e termina com o período romântico. 

O CD foi gravado em um dos melhores estúdios especializados em violão do País, o Faria e Friends, que fica em São Paulo. A gravação foi feita por Waldir Junior e a produção é de Ericsson Castro e Waldir Junior. Sérgio Fernandes e Flávio Vasques assinam a produção executiva e João Batista Cardoso, a produção gráfica.

O trabalho foi gravado em dois dias. Lourenço utilizou um violão fabricado em 2008 pelo luthier paulistano Manoel Andrade (já falecido). O instrumento respondeu bem ao repertório, segundo o músico, que gostou muito da sonoridade. 

A expectativa, segundo o músico, é surpreender o público que gosta de música boa. “É um trabalho clássico, é o que fiz a vida toda e não tem nada a ver com a música comercial que está disponível no dia a dia das pessoas”. 

Lourenço conta que sempre pensou em gravar um CD, mas faltava um incentivo, que veio através do músico brasileiro Sérgio Fernandes, que mora em Portugal. 

Foi ele quem sugeriu que o araçatubense gravasse um disco com peças que estão em domínio público. “Eu já tinha estas músicas o meu repertório e este trabalho é a realização de um sonho, de poder gravar as músicas de que a gente gosta, sem se preocupar com a música comercial. É muito emocionante”, resume o músico. 

TRAJETÓRIA 

Paulo Renato toca violão desde os 14 anos de idade. Começou a fazer aulas com o violonista Brandini, na Secretaria Municipal de Cultura, em 1992. Estudou também com José Calixto e Alexandre Torres Sanches, que lhe deu uma ampla visão do violão. Fez aulas ainda com Gustavo Barbosa Lima. 

Em 2003, concluiu o bacharelado em violão no Conservatório Brasileiro de Música, no Rio de Janeiro. Aplicado e perfeccionista, Paulo Renato diz que procura estudar durante todo o tempo que tem disponível. Hoje, além de apresentações e participações especiais em projetos de amigos e conhecidos, o músico dá aulas (atividade que exerce desde os 16 anos). É educador e regente do Grupo de Referência Camerata de Violões do Projeto Guri de Araçatuba, além de dar aulas particulares no Espaço Bem Estar, localizado na Rua Humaitá, 609, em Araçatuba. 

Como artista, fez participações especiais em gravações de álbuns de amigos músicos, como no CD autoral de Paulo Laranjeira, “Pulsamente”, no qual gravou a faixa “Espontânea”. Gravou também a faixa “Querubins” com o Projeto Óptica Sonora, no disco “Fotoliteromusical”, lançado na última semana, no teatro do Sesc Birigui. 

Este ano, conseguiu aprovação no edital de música da Secretaria Municipal de Cultura de Araçatuba de um projeto com a pianista e cantora lírica Neila Fontão. A apresentação, no entanto, ainda não tem data marcada. 

SERVIÇO

O CD “Recital” será lançado neste sábado (19), a partir das 20h30, no espaço Fábrica da Arte, que fica na Rua Marcos Manfrinatti, 2147, Bairro Iporã, ao lado da Nestlé. Os ingressos para o lançamento serão vendidos a R$ 10,00. O CD “Recital” estará à venda por R$ 20,00.


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.