ARAÇATUBA | 19 OUTUBRO
| 16:24 | 20° MIN 30°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
DISCUSSÃO ACALORADA
Vereador Almir volta a bater boca com colegas de Câmara durante sessão
Anunciante

A sessão da Câmara de Araçatuba desta segunda-feira (17) transformou-se em um acalorado bate-boca entre os vereadores Almir Fernandes Lima (PSDB) e Professor Cláudio (PMN). O primeiro chegou a dizer que o segundo não era direto em suas colocações e comparou o seu comportamento ao de uma barata que recebe uma jorrada de veneno.

“A pessoa que mais utiliza tempo aqui na Casa é o senhor. O senhor é a pessoa que mais roda. Eu, quando faço as minhas colocações, são objetivas e diretas. Não fico parecendo que jogou veneno em barata, fica rodando, rodando e rodando”, disse Almir.

A declaração foi em resposta à crítica de Cláudio ao tucano, durante discussão do projeto do vereador Arlindo Araújo (PPS), que veda a concessão de honrarias a pessoas condenadas por ato de improbidade administrativa ou crime de corrupção. Almir defendeu que homicidas, estupradores e outros criminosos fossem também vedados de receber homenagens, mas não apresentou emenda ao projeto.

“O senhor deveria ter apresentado uma emenda. Nós ficamos meia hora discutindo isso. Por isso que o povo xinga nós (Sic), por isso que o povo não assiste TV Câmara, por isso que o povo fala que nós não fazemos nada”, disse Cláudio.

Após ter o seu comportamento comparado ao de uma barata sob efeito de veneno, professor Cláudio disparou: “Faço o que eu quero e do jeito que eu quero. Não tenho que dar satisfação do meu mandato pra vossa excelência. Agora, vossa excelência, vem criar toda essa polêmica aqui na Casa. E o senhor deveria ter feito uma emenda. O vereador Arlindo é sensato, iria acatar. O senhor quis desvalorizar o projeto dele, sim. E quem ficou como barata tonta aqui hoje foi o senhor”.

Antes, a discussão havia sido entre Almir e Dunga (DEM). Inconformado com o questionamento do tucano ao projeto de Arlindo, Dunga perguntava: “Pra que atacar ou querer vedar um projeto tão bom desse?”

A partir daí, o que se assistiu foi uma sucessão de troca de farpas. De um lado, o tucano tentava se defender, dizendo que não votaria contra o projeto de Arlindo e que não apresentou emenda por respeito ao autor.

De outro, Dunga criticava o colega, considerando o seu posicionamento como “lições de moral inoportunas”, ao mesmo tempo em que defendia o projeto de Arlindo.

O bate-boca, que durou mais de dez minutos, provocou risos nos demais colegas vereadores. Ao final, o projeto de Arlindo Araújo acabou aprovado.

INFRAESTRUTURA

A Câmara autorizou o Executivo a abrir, por decreto, o crédito adicional especial de R$ 3,2 milhões para fazer adequações no orçamento destinado a obras de infraestrutura urbana no município. O projeto de lei foi aprovado em regime de urgência nesta segunda-feira (17/9), na 28ª sessão ordinária.

De acordo com a Prefeitura, o remanejamento de recursos irá permitir a continuação das obras de galerias de águas pluviais nos bairros Água Branca e Vista Verde e também a execução da pavimentação asfáltica e instalação de guias e sarjetas na avenida Juscelino Kubitschek.

O Executivo também foi autorizado a abrir crédito especial de R$ 50 mil para melhorar o atendimento oferecido pelo Serviço de Convivência Infantojuvenil, programa social que atende crianças de 6 a 15 anos em situação de risco social. O projeto de lei foi aprovado por unanimidade.

A pauta original da 28ª sessão ordinária trazia seis itens, mas duas matérias foram adiadas e um projeto retirado, a pedido dos autores.

 

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.