ARAÇATUBA | 22 AGOSTO
| 3:57 | 17° MIN 31°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
FAZER O BEM
VEJA VÍDEO: Papinha diz que Saúde tem 'subsecretária' e promete repúdio a Carmem Guariente por desrespeito à Câmara
Anunciante
A Câmara de Araçatuba deu ontem, sua primeira demonstração de descontentamento com ações do governo DILAFLOR - este que governa a cidade, formado pelo cimenteiro Dilador Blorges (PSDB) e e defensora dos direitos humanos Edna Flor (PPS). O presidente da Casa, Rivael Papinha (PSB), atacou diretamente a secretária de Saúde, Carmem Guariente, a quem prometeu assinar uma moção de repúdio na sessão da próxima semana se a mesma não ouvir o Legislativo em ações da pasta que dirige e que estão atingindo diretamente à população.

Papinha diz que o governo DILAFLOR tem secretários de governo que se acham mais importantes e que querem ocupar o papel dos vereadores. Ele foi além: insinuou que Carmem tem a seu lado uma subsecretária de Saúde, referindo-se a Liege Tada Batagim dos Santos, diretora de Urgência e Emergência, que foi "importada" de outra cidade e que, nos bastidores da Saúde, costuma dizer que vereador nenhum vai interferir nas ações da pasta.

"Secretário tem saber que ele é um agente político", disse o presidente da Câmara, que afirmou que foi eleito com Dilador e Edna mas que não irá admitir o desrespeito de integrantes do primeiro escalão para com os membros do Legislativo e, principalmente, servidores de carreira. "Tem diretor e Secretário que tem que reconhecer que estão ali de passagem", afirma, referindo-se ao fato de tais pessoas ocuparem cargos apadrinhados.

[embed]https://www.youtube.com/watch?v=TAV7CdMV5GA[/embed]

Papinha também condenou o fato de o atual comando da Saúde, e também de outras pastas, não darem ouvidos aos conselhos municipais. "Se alguém achar ruim, que vista a carapuça", disparou o parlamentar.

Todos os ataque são até então intocável governo DILAFLOR se deram durante apreciação de proposta de emenda à Lei Orgânica do Município, de autoria do vereador Denilson Pichitelli (PSL), que permite a incorporação de décimos na remuneração do servidor municipal no período em que exerceu cargo ou função no município.

Papinha encerrou seu desabado mandando recado claro a Carmem Guariente: "A senhora não é dona da cidade. Respeito esta Casa. Se isso não acontecer, na segunda-feira vou assinar uma moção de repúdio contra esta secretária", disse.

TERCEIRIZADAS

Ainda sobre a Saúde, o vereador Denilson Pichitelli questionou o fato de o governo municipal estar permitindo que enfermeiras de empresas terceirizadas assumam o controle de unidades de saúde do município, sem que sejam profissionais de carreira da Prefeitura.

De acordo com os vereadores, a secretaria de Saúde estaria permitindo que enfermeiras de terceirizadas fizessem a fiscalização de atividades por elas próprias desenvolvidas. O que é ilegal, segundo o parlamentar Cláudio Henrique da Silva. Neste caso, o governo municipal, sob a batuta da secretária Carmem Guariente, estaria "colocando a raposa para cuidar do galinheiro".


VAGAS EM CRECHES

Outro assunto que fez esquentar o debate foi a falta de vagas em creches, tão criticada pela atual vice-prefeito enquanto era vereadora. Nessa questão, o parlamentar Jaime José da Silva assumiu a artilharia contra o governo e disse que a resolução do problema não depende do Ministério Público nem da Justiça, mas sim dos próprios vereadores.

"Nós temos que cobrar e, se quiserem, tem como fazer. Isso daí é um assunto para se resolver em 15 dias. Tem que ter uma solução emergencial para que as mães não fiquem sem poder trabalhar por falta de vagas em creche". Para o parlamentar, a Prefeitura tem por obrigação avaliar as unidades escolares do município para fazer o remanejamento de vagas. "Tem que botar estas crianças para dentro e pronto", disse o parlamentar.


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.