ARAÇATUBA | 16 AGOSTO
| 18:18 | 10° MIN 29°MAX |
Nublado com Possibilidade de Chuva - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
SUPERSALÁRIOS? Batata questiona Prefeitura sobre a diferença de salários entre profissionais de terceirizadas e do município
Questionamentos sobre a saúde pública dominaram parte da sessão da Câmara de Araçatuba, nesta segunda-feira (05). Por meio de requerimento aprovado em plenário, o vereador Gilberto Mantovani, o Batata (PR), quer saber quantas pessoas serão contratadas pela empresa que vencer o chamamento público para o gerenciamento dos serviços de urgência e emergência no pronto-socorro municipal.

O vereador quer saber ainda, qual a remuneração dos funcionários que serão contratados e se os salários são compatíveis com os dos servidores efetivos que exercem as mesmas funções no município.

Durante as discussões, o também parlamentar Denilson Pichiteli (PSL), que é presidente do Sisema (Sindicato dos Servidores Municipais de Araçatuba), disse que há uma discrepância entre os salários dos terceirizados e o dos servidores municipais.

Já o vereador Arlindo Araújo (PPS) aproveitou a discussão para criticar uma entrevista concedida pela secretária da saúde, Carmen Guariente a um jornal da cidade. Na entrevista, ela disse que no ano que passou, entendeu as demandas da cidade.

O vereador, porém, criticou o fato de a impressora do ultrassom do Postão de Araçatuba estar quebrada, o que impede a impressão dos laudos dos exames, e lembrou que o município só possui um aparelho de raio x.

Arlindo lembrou que a saúde possui um orçamento de R$ 120 milhões. "A secretária dizer que ainda está fazendo estudos é brincadeira", afirma. Será que o governo não consegue comprar um raio x de reserva?0

IGUAL A CIDO SÉRIO

Arlindo disse, ainda que o prefeito Dilador Borges (PSDB) está realizando o mesmo modelo de administração de Cido Sério (PT), embora tenha dito que faria uma gestão diferente. Ele criticou também que os funcionários da Prefeitura vão receber menos que os terceirizados. Arlindo disse que a gestão precisa acelerar, que não dá pra esperar esses estudos da Secretaria de Saúde e também não dá pra esperar a terceirização. Para ele, que é do mesmo partido da vice-prefeita Edna Flor (PPS), a saúde no município "está largada".

Já o vereador Batata disse que se preocupa com a terceirização e citou o caso dos funcionários do IAS (Instituto Apoio Social), que não receberam as verbas rescisórias. "Como essa empresa vai pagar os funcionários?", pergunta o vereador. Ele se preocupa com essas terceirizações e questiona se há supersalários nessas empresas terceirizadas. "Essas empresas têm que prestar um bom serviço", afirma.

Batata disse ainda que o salário de um médico do município não chega à metade do que ganha um profissional das terceirizadas. "Que mágica as terceirizadas fazem para pagar um salário maior para seus funcionários?", indaga ele. "O município que paga essas terceirizadas. o requerimento é para tirar dúvidas a respeito dessas terceirizadas: é uma empresa para poupar dinheiro público ou para pagar supersalários?"
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.