ARAÇATUBA | 20 JUNHO
| 2:24 | 14° MIN 27°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
CIDADES
Somos predestinados a sofrer. É o que nos ensina novo baque na vida da pastora Bianca Toledo
A pastora Bianca Toledo, cuja família é dona do Unitoledo (Centro Universitário Toledo), em Araçatuba, expôs ao mundo nesta quarta-feira (06) mais um episódio de sofrimento pessoal. Após ficar, literalmente, de frente com a morte em 2010, devido a infecções que se generalizaram por seu corpo após um problema intestinal, ela acaba de tornar público um novo baque em sua vida: a prisão do marido por pedofilia a menor de 14 anos, abuso ao próprio enteado - no caso seu filho -, tentativa de suicídio e homossexualismo.

Quem lê essa notícia aqui pode se perguntar o que o assunto tem a ver com o blog. É bem simples: trata-se do Mais que vêm, vez ou outra, além da Política, tema habitual neste espaço. É um assunto que se traduz em indignação e que, mais que tudo, nos leva a refletir sobre as doses de sofrimento que Deus, ou o destino para quem queira, reserva a cada um nós.

BIANCA TOLEDO

O histórico de vida de Bianca está em todos os cantos da internet. Grávida de primeiro filho, há pouco mais de cinco anos, teve o intestino rompido, sequer viu o bebê nascer, prematuro, e devido à gravidade do quadro clínico passou quatro meses internada, sendo 52 dias em coma, e com uma coleção de 300 transfusões de sangue, dez cirurgias de abdômen e falência de órgãos.

Clinicamente, essa moça chegou a ser declarada morta pelos médicos. Mas como relata com sua própria fé, foi salva pelos infinitos milagres que muitos de nós somos acometidos por Deus. Só que seu sofrimento não parou por ali.

Sem a necessidade de ficar reproduzindo aqui o acaba de acontecer, até porque o responsável por isso não merece menção, temos aos nossos olhos um assunto para o qual devemos dedicar reflexão: o quanto cada um de nós suportamos sofrer.

Ideologias à parte, comportamentos igualmente, todos nós temos defeitos e não são poucos. E eles não são sanados de uma hora para outra, por meio de uma religião ou outra, uma fé ou outra, uma personalidade ou outra. Uma simples vontade ou outra.

O que temos para sofrer, ninguém sofrerá por nós. Por isso, de pouco nos adianta ficarmos buscando razões, desculpas ou explicações para os nossos problemas. Eles são nossos, não nos abandonarão nunca, mesmo quando solucionados, e também jamais nos farão melhores ou piores que os outros, mais ou menos coitados que os outros.

A repercussão do novo episódio que envolve a pastora Bianca Toledo, que tem laços diretos com Araçatuba e uma grande parcela dos araçatubenses, nos mostra que a vida sem sofrimento não tem sentido nem significado. Assim como o filho do Pai por aqui esteve um dia, viemos a este mundo para sofrer. Cada qual a seu modo. Bem assim.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.