ARAÇATUBA | 17 DEZEMBRO
| 4:13 | 23° MIN 35°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
crise
Senador tucano ataca crises na economia e política nacional durante encontros políticos na região
Anunciante
Senador Aloýsio Nunes (PSDB), que representa São Paulo no Congresso Nacional, se reuniu com militantes tucanos, aliados políticos e correligionários partidários em duas cidades da região - Andradina e Araçatuba -, nesta sexta-feira.

Nas duas cidades, ele fez observações sobre as situações econômicas e política do País, que, na sua avaliação, está travado por inércia da presidente Dilma Rousseff (PT) em buscar caminhos para tirar o Brasil da crise.

ALOYSIO 1

Em Araçatuba, o encontro da militância com Aloysio foi organizado pelo diretório municipal do PSDB e pelo suplente de deputado estadual, Dilador Borges (PSDB). O encontro ocorreu em um salão de eventos do hotel Pekin e teve a participação de representantes de outros partidos políticos, entre eles José Avelino Pereira, o Chinelo, coordenador regional do PSB, e Vicente Nelis, do Solidariedade.

Pelo menos quatro prefeitos da região também participaram do encontro: Pedro Bernabé (PSDB), de Birigui; Edenilson de Almeida, o Dede (PSDB), de Guararapes; Vander Guerrero (PMDB), de Braúna; e Nelson Bonfim (PTB), de Piacatu.

ALOYSIO 2

Entre as principais falas de Aloysio, esteve sua avaliação sobre os últimos acontecimentos políticos em Brasília, em especial a atuação da Política Federal e do judiciário em ação que, esta semana, levou à prisão o também senador Delcídio do Amaral (PT), do Mato Grosso do Sul.

"Eu era ministro da Justiça, a Polícia Federal é um departamento, mas quando a PF age dessa forma, com mandado de busca e apreensão, ela não age subordinada ao ministro. Ela age por determinação da Justiça", disse o senador, sobre as atuações da polícia nas prisões que cercam os principais escândalos relacionados à política nacional, em especial à operação Lava Jato.

"O que esse moço, o Moro tá fazendo lá no Paraná ele está tendo desempenho parecido com os magistrados da operação Mãos Limpas, na Itália", disse, referindo-se ao magistrado Sérgio Moro, de Curitiba, que tem conduzido as principais ações da Justiça. "A partir do Mensalão e agora, do Petrolão, com gente graúda sendo colocada na cadeia, com o Supremo Tribunal Federal atuando como tem atuado, eu não tenho dúvida que teremos um tratamento diferente para o Brasil", avalia o tucano.

ALOYSIO 3

Aloysio ainda avalou que a situação econômica do País vai se agravar por falta de ações do governo e que, com isso, o desemprego vai aumentar. Sobre a presidente Dilma, ele disse que neste primeiro ano de seu segundo mandato, ela pouco fez. "Ela está rodando em círculos com o objetivo de escapar do impeachment", afirma.

No encontro em Araçatuba, o senador disse que a receita para tirar o Brasil do buraco passa por reformas que na sua avaliação são de extrema importância. Entre elas, a política, com a finalidade de reduzir o número de partidos políticos que hoje só servem para tirar proveito do governo. O senador também defende a diminuição da burocracia e uma reforma fiscal que favoreça o desenvolvimento.faux shoes cheapest Replica Christian Louboutin Shoes USA luxury shoes imitations
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.