ARAÇATUBA | 16 OUTUBRO
| 19:25 | 20° MIN 29°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
73 hectares
Sem aval para aterro, Estre quer usar Araçatuba, agora, para transbordo de lixo para outras cidades
Anunciante
O grupo Estre Ambiental ainda não desistiu de vez de gerenciar ou, ao menos, manejar lixo em Araçatuba. Com área de 73 hectares comprada na região rural da Prata e mesmo com duas leis municipais que impedem o depósito de lixo naquele local, a empresa se articula para fazer do terreno por ela comprado uma área de transbordo.

Em resumo, sem ainda ter uma licença ambiental da Cetesb para instalar em Araçatuba um aterro sanitário, mesmo contrariando as leis municipais, interlocutores do grupo Estre Ambiental trabalham para obter do órgão estadual um aval para que o terreno na Prata possa receber lixo de Araçatuba e outras localidades e de lá ser levado, por carretas, para um dos aterros da empresa no Estado: o mais provável, está em Presidente Prudente.

CONCESSÃO DO LIXO - MAIS CARO

O Política e Mais recebeu a informação de que esteve visitando a Prefeitura, esta semana, um funcionário do grupo Estre, identificado como João Francisco, em busca de informações sobre a possibilidade de fazer do bairro rural da Prata uma área de passagem para o lixo da região.

O blog apurou que, por se tratar de um ano eleitoral, o Estre não teve conseguir o que mais deseja: a licença em definitivo da Cetesb, para instalar seu aterro em Araçatuba. No entanto, pessoas ligadas à empresa dizem, informalmente, que o órgão estadual daria um aval para fazer de um trecho dos 73 hectares comprados na Prata um local de transbordo.

Queira ou não, é mais um motivo de preocupação para a Associação de Produtores Rurais da Água Limpa e demais ativistas que, há anos, tentam impedir que Araçatuba receba um aterro onde possa ser despejado lixo de pelo menos 31 municípios da região.

A possibilidade de Araçatuba se tornar um ponto de transbordo para o grupo Estre Ambiental também deve preocupar autoridades do PSDB, em especial ao empresário Dilador Borges, que figura como principal candidato à Prefeitura nas eleições deste ano. Será que os tucanos sabem disso?

O Política e Mais confirmou com fontes da Prefeitura a sondagem feita por um representante do grupo Estre, que seria do CGR (Centro de Gerenciamento de Resíduos) da empresa na cidade de
Catanduva.

Nesta segunda-feira (01), a Câmara dá início a seu ano legislativo. É um assunto interessante para colocar fogo nas discussões já neste recomeço dos trabalhos. Sobre um eventual aval da Cetesb para este ponto de transbordo, é a oportunidade certa para aliados do governo estadual dizerem se sabem e o que pensam sobre o assunto.christian louboutin replica bridal shoes Cheap Christian Louboutin louboutins imitation
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.