ARAÇATUBA | 18 JUNHO
| 10:29 | 16° MIN 28°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Sede do IVVH em Ribeirão Preto não tem identificação de instituto e aparenta abandono; habilitação limitou-se a análise de papéis
A Prefeitura de Araçatuba limitou-se a uma simples leitura de papéis apresentados pelo IVVH (Instituto de Valorização à Vida) - que é presidido por advogado que trabalha para o presidente local do PSB, José Avelino Pereira, o Chinelo, aliado político do prefeito Dilador Borges (PSDB) e da vice Edna Flor (PPS) nas eleições de 2016 - para habilitar a entidade a pleitear a gestão dos serviços sociais de responsabilidade do município.

No final de janeiro, com o processo de chamada pública para referida contratação já em andamento, o Política e Mais e o programa Fala Tudo, da rádio Band FM, questionaram a administração municipal sobre a origem da Organização Social e se integrantes da comissão de licitação ou mesmo da secretaria de Assistência Social fizeram alguma visita técnica à entidade ou qualquer outro local onde ela tenha prestado serviço. A resposta foi negativa.

"A OS apresentou documentos que demonstram os trabalhos realizados e para a execução do contrato de gestão a mesma deverá manter um escritório em Araçatuba", limitou-se a dizer a administração municipal, confirmando que apenas analisou papéis antes de dar encaminhamento à contratação do referido instituto.



SEDE EM CASA SEM IDENTIFICAÇÃO

Se a Prefeitura de Araçatuba não teve a preocupação de, ao menos, conhecer a sede do IVVH em Ribeirão Preto, o Política e Mais esteve lá e constatou que, pelo endereço registrado em cartório e na Receita Federal, nada indica que o referido imóvel, na rua Dr. João Gomes Rocha, no Jardim Irajá, seja usado por uma organização social.

O Política e Mais, inicialmente, buscou imagens via Google que, em 2016, já não mostrava nada referente ao IVVH no endereço que consta em documentos apresentados pela entidade. Na semana entre Natal e Ano Novo de 2017, o site contou com a ajuda de um profissional de Ribeirão Preto para registrar novas imagens do local.



Na fachada da casa, em vez de uma placa, luminoso ou um simples cartaz indicando que ali funcionava o IVVH, tinha, na verdade, um banner com telefones e a descrição de prestação de serviços em "assessoria para assuntos de trânsito".

Depois disso, o Polítia e Mais voltou ao imóvel indicado como sede do instituto mais duas vezes. Numa delas o banner sobre "assessoria de trânsito" já havia sido retirado e tinha em frente a casa uma caçamba de entulho.



Nesta semana de carnaval, mais uma vez um profissional foi até a residência a pedido do site e constatou, ouvindo vizinhos, que o imóvel estaria fechado. Nova imagem mostra um vazamento de água partindo da suposta sede do IVVH e que se espalha pela calçada até chegar à guia de escoamento da rua. O imovem aparenta estar abandonado.

As imagens obtidas pelo Política e Mais e as idas de pessoas ligadas ao site até o endereço divulgado pelo IVVH e a própria Prefeitura, colocam ainda mais nebulosidade sobre a contratação. Principalmente, porque, ao que tudo indica, o instituto teria um endereço de fachada na cidade de Ribeirão Preto.
Suspeita reforçada quando se busca o endereço do presidente da entidade, o advogado Ahmad Nazih Kamar.



Pelo que consta em ata do IVVH, ele reside em um imóvel da rua Vicente de Carvalho. No entanto, o que se observa por imagem registrada pelo Google, é que no local funciona um escritório de advocacia com profissionais das áreas trabalhista, civil e previdenciária.

Imagens: Luiz Paulo Baroni, Google e fontes do Política e Mais em Ribeirão Preto.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.