ARAÇATUBA | 21 JUNHO
| 15:20 | 15° MIN 29°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
CIDADES
Salmeirão desiste de aumento salarial para ele, vice e secretários
O prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão (PTB), desistiu da proposta em trâmite na Câmara, que prevê reajuste dos próprios salários, do vice-prefeito e de secretários municipais. Ele tornou a notícia pública na tarde desta quinta-feira (23), ao participar de assembleia convocada pelo Sisep (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais), que reivindica reajuste salarial de 7%, mais abono de 100 reais durante doze meses para os servidores do município.

O reajuste do qual Cristiano está desistindo corresponde à inflação registrada no período de março de 2016 a fevereiro de 2017. O chefe do Executivo sofreu pressões de todos os lados nas últimas semanas, em especial por requisitar o reajuste dos próprios vencimentos. Na sessão da última terça-feira (21), a Câmara ficou cheia de servidores contrários aos benefícios previstos para integrantes do Executivo, em detrimento de uma proposta de correção dos salários do funcionalismo que não satisfaz os trabalhadores.

"Essa medida visa mostrar aos servidores que estamos fazendo o possível para firmarmos um acordo com relação ao reajuste salarial dos servidores. Neste momento não temos como oferecer 7% de reajuste. Nosso limite é oferecer 4,99%, mais 100 reais de abono durante 12 meses", explicou Salmeirão.

O prefeito também ofereceu reajuste de 6.47% no vale-alimentação (passando de R$ 135,00 para R$ 143,73) e 6.47% no prêmio assiduidade (passando de R$ 147,00 para R$ 156,51 mensais).

A proposta foi rejeitada pelo Sisep. Cristiano Salmeirão disse que pretende enviar o projeto (oferecendo 4.99% de reajuste) ao Legislativo nesta sexta-feira, dia 24, quando também envia o documento solicitando a retirada do PL que reajusta o subsídio do prefeito, vice e secretários.

"Nossa situação financeira não é boa. Mais que 4.99% de reajuste trará sérios problemas aos cofres públicos, principalmente com relação ao BiriguiPrev. Apesar de não chegarmos a um acordo, respeito a decisão dos servidores", falou o prefeito.

O chefe do Executivo disse que o momento é para concessão. "Estou deixando de lado a aplicação do índice que reajusta o salário do prefeito, do vice e dos secretários. Gostaria de oferecer aos servidores um reajuste maior, porém os 4.99% é o podemos oferecer neste momento. Ainda vivemos uma situação financeira complicadíssima. Penso que esta é a melhor proposta oferecida pela prefeitura aos servidores nos últimos 12 anos", completou Cristiano Salmeirão.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.