ARAÇATUBA | 19 JANEIRO
| 19:31 | 21° MIN 34°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
ECONOMIA E AGRONEGÓCIO
Anunciante
Roni Willer quer modernizar o comércio de Castilho e afastar ambulante
Anunciante

Aos 28 anos de idade, o jornalista Roni Willer assume a Associação Comercial de Castilho (Acic), cidade de 20 mil habitantes,  com o desafio de modernizar a entidade e fortalecer o comércio local. Entre as medidas que pretende implementar no biênio 2019-2021 estão a conquista de uma sede própria, o enrijecimento das regras para os ambulantes na cidade e o uso das redes sociais para os comerciantes venderem mais.

O jovem que aos sete anos de idade vendia pato de prato com a avó e que mais tarde trabalhou como cobrador de lojas, viu no jornalismo e criou o site Papparazzi News, com notícias de Andradina, Castilho e região. Casado há sete anos com a Fernanda e pai do João, de seis aninhos, Roni preside uma entidade com cerca de 80 associados, em uma cidade que tem aproximadamente 120 estabelecimentos comerciais.

Sua primeira ação, ao assumir, em dezembro, foi criar a página da Associação Comercial de Castilho no Facebook, que, segundo ele, deverá funcionar nos moldes de uma OLX ou compra e venda. “Nossa ideia é transformar este espaço em uma vitrine comercial, mostrando tudo o que o comércio tem a oferecer aos clientes, com ofertas e produtos”, contou.

Roni acredita que o uso das redes sociais é importante para aproximar comerciantes e consumidores. “Queremos dar oportunidade ao nosso cliente de conhecer e saber que Castilho tem tudo o que ele precisa, não sendo necessário buscar fora”, disse.

Outra mudança que ele pretende implementar é em relação a feiras e ambulantes de outras localidades, que concorrem com o comércio local. Para isso, deverá propor às autoridades do município a mudança do Código de Posturas do Município, para aumentar a taxa cobrada dos vendedores que vêm de fora.

Hoje, eles pagam R$ 20,00 para comercializar seus produtos na cidade. A proposta de Roni é elevar este valor para R$ 1 mil, assim como ocorre em Andradina. Ele também pretende propor a proibição dos ambulantes na área central da cidade.

Ele cita que os ambulantes estacionam seus caminhões com produtos como chocolate, tapetes, sofás, flores e frutas, dentre muitos outros produtos, nas datas de pagamento, o que acaba prejudicando as lojas que pagam imposto e geram emprego e renda. Como exemplo, ele cita a feirinha do Brás, que vende principalmente artigos de confecção a preços baixos. “Os organizadores levam o dinheiro da cidade e deixa o comerciante que gera receita no plano B”, argumentou.

A ampliação do calendário da associação é outra ideia de Roni para o biênio em que estará à frente da associação. Hoje, segundo ele, as datas com promoção no comércio de Castilho se limitam ao Natal, Dia das Mães e Dia dos Pais. “Queremos trabalhar com promoções em outras ocasiões, como o Dia dos Namorados e o Dia das Crianças, com ações que possam reverter em capitalização para o comércio”, afirmou.

O novo presidente da Acic destaca, ainda, que a associação comercial tenha mais representatividade e participe mais das decisões que interferem na vida do comerciante. “A Associação tem que se manifestar em tudo o que é público”, defendeu. Outra meta de sua gestão é a conquista da sede própria da entidade.

Para melhorar a segurança, Roni acredita que um caminho é implementar o projeto Vizinhança Solidária, que é desenvolvida pela Polícia Militar em parceria com a população, visando à prevenção primária de delitos. “A um clique do Whatsapp a polícia pode ser acionada, o que garante mais segurança não só aos comerciantes, mas à toda população”, finalizou.

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.