ARAÇATUBA | 15 NOVEMBRO
| 18:37 | 22° MIN 31°MAX |
Pancadas de Chuva - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
GERAL
RODEIO SEM VOZ: Morre o locutor Paulinho Pena Branca, após hemorragia cerebral; sua última apresentação foi em Araçatuba
Anunciante
O locutor de rodeio Paulinho Pena Branca faleceu neste domingo (18), por volta das 17h, no Hospital de Base de São José do Rio Preto, onde estava internado desde o dia 28 de fevereiro, para tratamento de uma endocardite (inflamação do tecido que reveste o miocárdio, músculo do coração). Enfrentava também uma discite, inflamação na coluna provocada por uma bactéria, desde o ano passado.

Ele tinha 58 anos e completaria mais um ano de vida no próximo dia 10 de abril.

O velório está sendo realizado na Câmara de Auriflama, sua cidade natal, e o sepultamento está marcado para as 17h, no cemitério municipal.

Famoso pelo vozeirão que animava os rodeios Brasil afora, Paulinho Pena Branca iniciou sua carreira cantando e tocando violão, mas foi na locução que alcançou o sucesso, trilhando uma carreira de mais de 35 anos, em eventos por todo o Brasil. Era também reconhecido pelos versos que retratavam a vida na roça, como "Mata Assombrada" e "Poema do Luizinho".

Sua última apresentação foi em Araçatuba, em julho do ano passado, durante um rodeio realizado no Engenho Velho. A partir daí, vinha se submetendo a tratamentos médicos e teve de cancelar os compromissos profissionais.

Conforme sua esposa, Cleosemir Advenssude, mais conhecida como Mire, Paulinho Pena Branca vinha respondendo bem ao tratamento da endocardite e da discite, mas, na última quarta-feira (14), sofreu uma hemorragia cerebral, logo após o almoço. Teve de ser transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva), foi entubado e não reagiu.

"A inflamação na coluna provocava muitas dores, mas ele tinha conseguido se recuperar, estava andando e até dirigindo. Só que em fevereiro teve uma recaída e precisou ser internado de novo, e aí descobriram que ele tinha também endocardite", conta a esposa. A discite provoca, além das dores, até a paralisia de movimentos.

Paralelamente ao trabalho artístico, Paulinho Pena Branca entrou para a política. Concorreu, em 2000, ao cargo de vice-prefeito de Auriflama, na chapa encabeçada pelo ex-prefeito Alfio Frederico Sbroggio, pelo PRP. Derrotado nas urnas, retornou às arenas, onde consolidou seu nome como um dos mais importantes locutores de rodeio do Brasil. Paulinho Pena Branca deixa a esposa, Mire, e quatro filhos.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.