ARAÇATUBA | 9 DEZEMBRO
| 17:50 | 15° MIN 31°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
MAIS MÉDICOS
Região de Araçatuba recebe cinco médicos para substituir cubanos
Anunciante

Cinco médicos já se apresentaram às Unidades Básicas de Saúde de três municípios da região de Araçatuba para preencher as vagas deixadas pelos profissionais cubanos. Três profissionais estão em Araçatuba; um em Santo Antônio do Aracanguá e um em Castilho.

Eles se inscreveram no edital do Programa Mais Médicos, lançado pelo governo federal no dia 20 deste mês, após a decisão do governo de Cuba de retirar seus profissionais do País.

A lista com os médicos que já se apresentaram para trabalhar nos municípios foi divulgada na tarde desta segunda-feira (26) pelo Ministério da Saúde.

Em todo o Estado de São Paulo, 42 médicos iniciaram o trabalho na atenção básica (UBSs e Estratégia Saúde da Família) em 24 cidades.

Para a região de Araçatuba, há um total de 53 vagas em 16 municípios. Em Araçatuba, são 23, das quais três já foram ocupadas. Em Aracanguá, a única vaga existente já foi preenchida. E em Castilho, das cinco vagas abertas, uma foi ocupada.

Os demais municípios da região que aguardam a apresentação dos profissionais são Andradina, que possui três vagas para médicos; Braúna (1); Gastão Vidigal (1); General Salgado (2); Glicério (1); Guzolândia (1); Ilha Solteira (3); Itapura (1); Lavínia (2); Mirandópolis (5); Penápolis (2); Sud Mennucci (1) e Turiúba (1).

TRANSTORNOS

Em Araçatuba, houve transtornos nos primeiros dias após a saída dos cubanos dos Mais Médicos. Na quarta-feira (21), a espera por atendimento na UBS do Umuarama chegou a quatro horas.

 

Em Mirandópolis, 14 mil moradores estão com atendimento prejudicado

Mirandópolis apresenta a situação mais crítica na região. O município possui oito equipes da ESF (Estratégia Saúde da Família), das quais cinco eram ocupadas por médicos cubanos. Além de médicos, as equipes possuem enfermeira, dois técnicos de enfermagem e um agente comunitário de saúde.

Com isso, duas regiões da cidade, que correspondem a 14 mil habitantes, ficaram bem desfalcadas, segundo o diretor de saúde do município, Fuad Haddad. Ou seja, quase metade da população, de 30 mil habitantes, ficou com o atendimento prejudicado. Nas duas unidades de saúde mais atingidas, eram realizados 120 atendimentos diários. Hoje, são 20 por dia, possibilitados por meio de rodízio de profissionais.

A esperança, segundo Haddad, é que haja interesse dos profissionais em trabalhar na cidade pelo Mais Médicos. “Se até esta semana não recebermos médicos pelo programa, teremos de contratar profissionais por conta própria, de forma emergencial”, afirmou o diretor de saúde.

 

Em todo o País, 224 médicos se apresentaram nas unidades de saúde

O primeiro edital lançado pelo governo federal para o Mais Médicos é voltado a profissionais brasileiros formados no Brasil. Balanço atualizado do Ministério da Saúde aponta que 97,2% das 8.517 vagas já foram preenchidas.

Até as 12h desta segunda-feira, eram 30.734 médicos inscritos (com CRM no Brasil). Deste número, 21.407 inscrições foram efetivadas e 8.278 profissionais já estão alocados no município escolhido para atuação imediata. Eles têm até o dia 14 de dezembro para se apresentar na cidade escolhida com todos os documentos exigidos no edital.

Até agora, 224 médicos já se apresentaram nas unidades básicas de saúde de todo o País.

As inscrições para o Mais Médicos seguem até o dia sete de dezembro.

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.