ARAÇATUBA | 22 JUNHO
| 2:31 | 16° MIN 29°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
cabo eleitoral
Quem terá coragem de abraçar Cido Sério, afastado, como cabo eleitoral na disputa à Prefeitura?

O afastamento de Cido Sério (PT) nesta terça-feira (12) caiu como um balde de água para lá de gelada no grupo político que vinha costurando com o petista um nome para ter o seu apoio nas eleições municipais deste ano. Até então, existia a promessa de, em reunião no próximo dia 16, um grupo composto por pelo menos 15 partidos, chegar a conclusão de um nome.


Os três mais cotados sempre foram, em primeiro lugar, o vice Carlos Hernandes (PMDB); o presidente da Câmara, Cido Saraiva (PMDb); e o empresário Luís Fernando de Arruda Ramos (PTB). Com um certo desinteresse dos dois primeiros, o petebista vinha figurando como principal opção.


Se ter Cido Sério como cabo eleitoral por conta de todos os escândalos que, em esfera nacional, envolvem o PT e pelo fato de seu segundo mandato ter deixado muito a desejar já eram fatos negativos, este afastamento imposto pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), por conta de uma desobediência na gestão de cargos apadrinhados na Prefeitura, é desmotivante e afastador.


CANDIDATO PETISTA - BAQUE


Por mais que qualquer político que seja tenha lá suas coragens, é duro saber quem vai topar investir dinheiro em uma candidatura com um apoio dessa magnitude e, consequentemente, uma forte chance de perder a disputa.


Carlos Hernandes, que assume a Prefeitura nesta quarta-feira (13), se já vinha inventando motivos para não encarar a empreitada, terá desculpas de sobra para fugir da raia. Cido Saraiva (PMDB), se for inteligente, fica onde está, garante sua reeleição como vereador e planeja, com mais tranquilidade, seu futuro na política.


A incógnita, nessa linha de pensamento, passa a ser Luís Fernando, que tem o desejo de ser candidato mas que, junto a um grupo político, já vinha analisando o quanto seria positivo e negativo sair pedindo votos abraçado a Cido Sério. Se fizer isso, agora, independentemente de o petista conseguir um recurso judicial e voltar ao cargo, pode ser um desastre.


Em miúdos, o TJ-SP destroçou os planos dos governistas para o pleito de outubro. E quem optar por ter o apoio de Cido sério e companhia bela, corre o risco de se estrepar em verde e amarelo.


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.