ARAÇATUBA | 21 JUNHO
| 20:52 | 15° MIN 29°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
concessão
Projetos de Cido Sério para Mobilidade Urbana e concessão do transporte coletivo são rejeitados

Em sessão tumultuada, a Câmara de Araçatuba arquivou, nesta segunda-feira (11), dois projetos de autoria do prefeito Cido Sério (PT) que previam a implementação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana e autorização ao Executivo para viabilizar nova concessão do transporte público na cidade, atualmente sob responsabilidade da TUA (Transportes Urbanos Araçatuba).


Os projetos foram rejeitados por vereadores que hoje integram a oposição ao governo municipal, maioria na Casa. A principal justificativa para o arquivamento das propostas foi a de que a Prefeitura não se atentou a necessidades da população na elaboração dos projetos.


No caso do Plano de Mobilidade, que diz respeito em grande parte ao trânsito da cidade, a vereadora Tieza (PSDB) afirma que a maioria dos vereadores optou por votar contra por considerar que a Prefeitura fez apenas um diagnóstico da questão.


"O projeto apresentado não atende as necessidades da população. Foi feito um estudo sobre os problemas que envolvem a mobilidade urbana em Araçatuba, mas não com o apontamento devido de soluções", esse foi o entendimento dos parlamentares.


CONCESSÃO - TUA 2


CONCESSÃO


Sobre a concessão do transporte coletivo, o parlamentar Rosaldo de Oliveira (PRB) diz que o município esperou esgotar todo o tempo que tinha para providenciar a concessão e acabou mandando um projeto de afogadilho à Câmara. "A administração municipal deveria ter cuidado desta questão no ano passado, quando venceu o contrato de concessão com a TUA. Não fez a lição de casa e acabou tendo de prorrogar a parceria com a empresa que está em atividade até mandar a proposta para o Legislativo. Só que chegou uma peça que não corresponde ao que os usuários deste serviço precisam", afirma.


Por acordo contratual, a TUA tem até o início de junho para fazer o transporte de passageiros em Araçatuba. Até lá, compete ao governo municipal encontrar medidas para que a população não fique sem locomoção na cidade.


COLETIVA


De acordo com o chefe de gabinete do Executivo, Valdevino Bittencourt Dias, o procurador-geral do município, Daniel Barile, analisa as duas questões e deve apresentar um caminho jurídico ao prefeito Cido Sério. A intenção é que o petista convoque as imprensa nesta quarta-feira (13) para quais providências seu governo pretende tomar. Cido Sério deve jogar a responsabilidade dos dois casos nos vereadores que votaram contra suas propostas.


Com imagem da Assessoria de Imprensa da Câmara.


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.