ARAÇATUBA | 24 JUNHO
| 11:43 | 17° MIN 30°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
CIDADES
Projeto de Pichitelli autoriza Guarda a ter imagens de câmeras em prédios públicos e privados para monitoramento eletrônico
A Câmara de Araçatuba aprovou, na última segunda-feira (05), projeto de autoria do vereador Denilson Pichitelli (PSL), que autoriza a Secretaria Municipal de Segurança a usar imagens e sons capturados por câmeras de videomonitoramento instaladas em prédios públicos ou privados do município, na vigilância da cidade.

Enquanto espera um amplo sistema de monitoramento, prometido pelo atual governo ainda durante a campanha eleitoral, a proposta de Pichitelli pode ajudar a Guarda Municipal a fazer o patrulhamento virtual com equipamentos que ela já opera no município.

"É uma proposta que vem a somar com o que já existe na cidade, hoje, em termos de videomonitoramento. A segurança é uma questão que cada vez mais preocupa a população, que vem cada vez mais se equipando com ferramentas de vigilância eletrônica de seus imóveis", observa o vereador. "Hoje, com a tecnologia da internet, a transmissão de imagens está facilitada, de forma que pode vir a ajudar na segurança pública de forma ampliada".



O projeto de lei foi aprovado por 13 votos contra apenas um contrário, uma vez que o presidente da Câmara só vota, nesse tipo de propositura, em caso de desempate. Somente o parlamentar da "cambada", Almir Fernandes Lima (PSDB), votou contra a propositura, que recebeu uma emenda modificativa, de autoria do vereador Dr. Jaime (PTB), e entrará em vigor assim que for publicada.

A Prefeitura tem até 60 dias para regulamentar a lei, que objetiva contribuir com a preservação do patrimônio público municipal, o controle do tráfego de veículos e o combate e prevenção à criminalidade.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.