ARAÇATUBA | 18 AGOSTO
| 6:58 | 10° MIN 29°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
ECONOMIA E AGRONEGÓCIO
MERCADO IMOBILIÁRIO
Procuram-se os donos da área do antigo Country Club

Em situação de abandono há quase duas décadas, a área de 11 alqueires onde funcionava o antigo Country Club de Araçatuba começou a ser medida, para posterior demarcação, por um dos donos do imóvel, a Dois Córregos Empreendimentos Imobiliários, com sede em Araçatuba. O objetivo é providenciar a retificação da área, solicitada pelo Cartório de Registro de Imóveis.

O maior desafio, no entanto, é saber quem são os outros proprietários da área, que foi dividia e leiloada pela Justiça para pagamento de indenizações trabalhistas a ex-funcionários do clube, já que o pessoal que ajuizou as ações tinha o imóvel como garantia.

Na prática, o imóvel transformou-se em um condomínio, pois várias pessoas têm a posse da área. Porém, não se sabe quem são elas, porque não há registro em cartório.

Na tentativa de identificar quem são os proprietários e viabilizar a demarcação da área, o departamento jurídico da Dois Córregos está fazendo um levantamento de todos os processos judiciais que envolvem o antigo Country.

A identificação dos donos é necessária, porque é preciso ter a anuência de todos para demarcar e regularizar a área, explica a administradora da Dois Córregos Empreendimentos Imobiliários, Maria Beatriz Medeiros Guimarães.

“Estamos arcando com a conferência da área total, pois somos os principais interessados em ter todo o espaço definido e demarcado”, afirmou. O processo de medição teve início em 2016, mas não há um prazo para ser concluído, por causa de sua complexidade.

A administradora reconhece que o local necessita de cuidados, mas explica que não pode mexer na área, porque não se sabe quem é dono do quê naquele espaço. “Assim que assumirmos nossa parte, vamos tomar providências e tomar conta da área que nos pertence”.

Nos últimos anos, o antigo Country Club foi palco de vários crimes, como homicídio, tráfico de drogas e desova de corpos. A área está tomada pelo mato, animais mortos e lixo, e seu lago artificial está com a água suja e contaminada.

HISTÓRIA

Fundado em 1959, o Araçatuba Country Club chegou a ter 12 mil associados em seus tempos áureos e atraía turistas de toda a região de Araçatuba.

Com 11 alqueires (sendo sete em Birigui e quatro em Araçatuba), chegou a ser considerado o maior clube do interior paulista, segundo o professor aposentado e presidente do Sincomércio de Araçatuba, Gener Silva, que presidiu o Country por 16 anos.

O clube tinha como principal atrativo seu lago artificial de 400 metros quadrados e suas quatro plataformas de cimento. Possuía, ainda, diversos quiosques com churrasqueiras, playground, bar, restaurante, várias piscinas e muita área verde, onde algumas pessoas chegavam a acampar.

DERROCADA

A derrocada do clube começou a partir da década de 1990, com o surgimento dos ranchos à beira do Rio Tietê. Com isso, os associados deixaram de frequentar o espaço e de pagar as mensalidades, provocando uma crise nas finanças do Country. “Não havia condições nem de custear a manutenção”.

Conforme Gener Silva, houve tentativas de instalar o Sesc (Serviço Social do Comércio) no local, sem sucesso. “Também tentamos negociar com a Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo e até com o Beto Carreiro, mas não deu certo”, diz Silva.

A situação saiu do controle em 1998, quando as dívidas trabalhistas e com o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) ultrapassavam R$ 800 mil.

Na época, um contrato chegou a ser firmado entre o clube e uma empresa de São José do Rio Preto, que teria se comprometido a recuperar e vender novos títulos a associados, além de investir R$ 100 mil na recuperação da área de lazer.

A empresa ficaria com 75% do valor de cada título comercializado e a diretoria ficaria responsável pelo fornecimento de energia elétrica e pagamento dos funcionários. No entanto, as reformas prometidas não foram realizadas e não e sabe quanto foi arrecadado com a venda de novos títulos.

Gener Silva deixou a presidência do clube nos anos 1990. Depois dele, assumiram como presidentes Walter Petenati, Osvaldo Borella Júnior e Plínio Gomes.

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.