ARAÇATUBA | 19 JUNHO
| 7:23 | 13° MIN 26°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
GERAL
PRESO ACUSADO DE MATAR UNIVERSITÁRIA COM 35 FACADAS
Foi localizado e preso na manhã desta quarta-feira (11) o acusado de ter matado a estudante universitária Maria Júlia Quintino da Silva, 17 anos, em Ilha Solteira, onde ela cursava zootecnia na Unesp (Universidade Estadual Paulista). Laudo preliminar indica que a jovem foi morta com 35 facadas por diversas partes do corpo, principalmente nas costas..

O também estudante Jean Gomes, 27 anos, foi detido e confessou à polícia a autoria do crime. A motivação teria sido o rompimento do namoro entre o acusado e a estudante. Ele foi localizado na cidade de pereira Barreto.

Maria Júlia foi morta na travessa Passeio Batalha, próximo à casa onde residia em Ilha Solteira. O ex namorado a surpreendeu, efetuou os golpes de faca em plena rua e fugiu em seguida, em um carro de cor escura.

Após a morte da estudante, um primo do acusado chegou a ser detido por suspeita de participação no crime. No entanto, ele foi solto após audiência de custódia.

Jean Gomes foi encaminhado para a delegacia de Ilha Solteira, que vinha conduzindo as investigações. Caberá à Justiça decidir se ele ficará preso durante a conclusão do inquérito e recebimento de denúncia, tendo em vista que não foi preso em flagrante.

O corpo da jovem estudante foi velado e enterrado nesta terça-feira na cidade de General Salgado.

Com informações do sbtinterior.com e imagens da Polícia Militar e divulgação.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.