ARAÇATUBA | 16 DEZEMBRO
| 22:14 | 22° MIN 35°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Presidente da Câmara, Papinha diz que Prefeitura tem que provar, com documentos, que Hospital Santana pode receber PS
Anunciante
O presidente da Câmara, Rivael Papinha (PSB), pretende cobra da Prefeitura de Araçatuba a apresentação de documentos referentes à venda do prédio do antigo Hospital Santana a um grupo de médicos que, hoje, está em vias de alugá-lo ao município para que ali seja instalado o atual Pronto-Socorro Municipal, em atividade no bairro Aviação.

Papinha afirma que as informações que vieram a público após a Prefeitura anunciar, na semana passada, seus planos de alugar o imóvel para ali colocar o PS precisam ser esclarecidas. Em especial, o fato de os compradores terem com a Prefeitura uma dívida de cerca de R$ 900 mil referente à compra do imóvel.

No entendimento do parlamentar, a administração municipal se precipitou em anunciar uma boa intenção, que seria a transferência do PS para o Hospital Santana, sem se preocupar com respostas aos questionamentos que estão sendo feitos.

"Queremos saber dessa dívida, pois até onde se sabe, hoje, a Prefeitura ainda é dona daquele prédio que quer alugar. Isso porque os médicos não pagaram a última parcela, que estaria na casa dos R$ 900 mil, sem falar de dívidas acumuladas com IPTU e ISS", diz o vereador. "Como o município vai alugar algo que ainda é seu? Tem coisa estranha nisso aí".

O presidente da Câmara diz que a Prefeitura pode colocar a perder uma boa antecipação por não ter dado a notícia com clareza. Para ele, o Executivo deveria explicar sobre as dívidas referentes ao imóvel o que deve ser feito para que possa alugá-lo.

De acordo com o presidente da Câmara, no próprio Legislativo há outros vereadores insatisfeitos com a falta de informações por parte da administração municipal. "Se eles tem a informação de que tudo será pago, seja à vista ou de forma parcelada, deveriam ter tomado estes cuidados, pois a população fica na expectativa sem saber o que de fato vai acontecer", afirma.

Para Papinha, não adianta o município ter um grupo de aliados fazendo defesas públicas sobre o aluguel do imóvel enquanto as pendências não forem resolvidas. "Gostaríamos de ter o mais rápido possível estas informações, vindas para a Câmara de forma oficial do governo municipal", diz.

ELA NÃO É A BOA?

A insatisfação do presidente da Câmara com a falta de clareza na transação que está em andamento para a mudança do Pronto-Socorro para o antigo prédio do Hospital Santana fez com que ele questionasse, em conversa com o Política e Mais, a atuação da secretária de Saúde, Carmem Silvia Guariente, na transação.

"Ela não veio do Departamento Regional de Saúde? Não é a boa? Não sabe tudo que faz? Então, deve explicar isso com documentos em mãos, não apenas com discurso. Precisamos saber de fato o que está acontecendo. E o município tem a obrigação de fazer isso", afirma.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.