ARAÇATUBA | 16 OUTUBRO
| 7:31 | 20° MIN 29°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
anúncio
Prefeitura de Araçatuba desiste de fechar Hospital da Mulher, anuncia prefeito Carlos Hernandes
Anunciante
A Prefeitura de Araçatuba desistiu de fechar o Hospital da Mulher. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (29) pelo prefeito Carlos Hernandes (PMDB), na companhia do secretário do secretário de Saúde, Wilson Julioti. A decisão traz tranquilidade a mulheres do município que são atendidas no local.

Com a nova decisão, Hernandes acaba contrariando a vontade de seu antecessor no comando de Araçatuba. Em dezembro do ano passado, Cido Sério (PT), que no último dia 12 foi afastado do cargo a mando do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), havia anunciado o fechamento da unidade hospitalar alegando elevada despesa para a manutenção das atividades.

HERNANDES - HM 1

Desde então, o destino do Hospital da Mulher passou por alguns adiamentos, até a Prefeitura optar pela sua manutenção, atendendo a população, por tempo indeterminado. Durante o período de buscas por soluções para a unidade, a administração municipal chegou a dialogar com OSS (Organizações Sociais de Saúde) de Araçatuba e mesmo de fora, sobre a possibilidade de assumirem apenas os serviços de parto e internação de pacientes.

Na sede do HM, funcionam outros serviços dedicados às mulheres, como a realização de exames de mamografia, banco de leite, ambulatórios médicos e até a lavanderia que presta serviços para todas as unidades de saúde do município.

HOSPITAL DA MULHER - VISITA

Durante entrevista coletiva, o prefeito Carlos Hernandes disse que terá um encontro com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), nesta sexta-feira, na cidade de Lourdes, para pedir ajuda do Estado destinada à manutenção das atividades do HM, estimadas em R$ 12 milhões ao no.

Hernandes também já dialoga com a cúpula nacional do PMDB, do vice-presidente da República, Michel Temer, que deve assumir o comando do País enquanto o Senado decidir sobre o futuro da atual presidente, Dilma Rousseff (PT), que deve ser afastada do cargo por um período de até 180 dias. O prefeito quer ajuda do futuro ministro da Saúde, para garantir os atendimentos do HM.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.