ARAÇATUBA | 22 SETEMBRO
| 16:47 | 20° MIN 32°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
RETALIAÇÃO
Prefeito de Penápolis é suspenso do PSDB por apoiar governador
Anunciante

O diretório estadual do PSDB de São Paulo suspendeu a filiação partidária do prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira. Ele foi notificado nesta terça-feira (10) e tem cinco dias para apresentar seu recurso.  O motivo da suspensão foi a declaração de apoio do prefeito ao governador Márcio França, que é pré-candidato ao governo do Estado pelo PSB.

Oliveira manifestou seu apoio a Márcio França durante a inauguração do campus da Faculdade de Medicina de Penápolis, no dia 30 de junho. Na ocasião, o governador, que participou da solenidade, anunciou um AME Cirúrgico (Ambulatório Médico de Especialidades) para Penápolis, além de uma rotatória na Rodovia Sargento Arnaldo Covolan.  

Na ocasião, Célio de Oliveira rasgou elogios ao governador. “Nunca um governador fez tanto em 84 dias aos prefeitos sofridos do Estado de São Paulo”, disse, referindo-se ao período em que Márcio França estava à frente do governo do Estado. Ele chegou ao Palácio dos Bandeirantes no início de abril, após a saída de Geraldo Alckmin para concorrer à presidência nas eleições de 2018.

Oliveira disse ainda, durante a inauguração, que o PSDB cometeu um erro histórico ao apoiar João Dória para disputar o governo do Estado. “Ele foi eleito para ser prefeito, mas deixou o cargo para se projetar na política”.

Para o diretório estadual do PSDB, Célio de Oliveira descumpriu o estatuto da legenda ao anunciar apoio à candidatura de outro partido. Caso o prefeito apresente recurso, ele será analisado pela Executiva Estadual, que poderá expulsá-lo do partido.

OUTRO LADO

Em entrevista por telefone, o prefeito de Penápolis disse que já esperava represália do partido.

“Eu imaginava que isso pudesse acontecer comigo, por aquilo que aconteceu com outros amigos que tiveram a coragem de se manifestar. Primeiro, foram suspensos e, em alguns casos, até expulsos. Quando eu digo coragem é porque tem muita gente do PSDB que está, na realidade, enrustida, com uma vontade enorme de apoiar o atual governador, mas não declara isso publicamente”, afirmou.

Oliveira disse que conhece vários prefeitos que já estão apoiando a candidatura de Márcio França. “Recebemos muitos benefícios do governador do Estado de São Paulo. Se os prefeitos forem gratos por tudo que ele fez, deverão apoiá-lo”, disse, destacando que a conquista do AME foi preponderante para o governador ter o seu apoio.

 O prefeito de Penápolis disse ainda que não sabe se vai recorrer. “Eu vou falar o que para o PSDB?”, questionou.  “O que eu falei já está dito”, complementou.

Oliveira disse que o comunicado que recebeu do partido não foi em relação à declaração de apoio à candidatura de Márcio França. “A notificação extrajudicial que eu recebi por e-mail fala da minha ausência em eventos que foram feitos pelo pré-candidato João Dória”, disse, destacando que os apoiadores têm que comparecer aos eventos e que ele foi convidado para sete, mas não foi a nenhum.

O prefeito de Penápolis considera que o PSDB está sendo injusto com ele. “Sou fã do ex-governador Geraldo Alckmin, que é pré-candidato à presidência da República, vou apoiar os candidatos a deputado e a senador do partido, mas a executiva do PSDB tem que entender que os prefeitos sobrevivem com os recursos que o governo do Estado libera”, finalizou, ao justificar, mais uma vez, seu apoio a Márcio França.


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.