ARAÇATUBA | 18 OUTUBRO
| 11:13 | 21° MIN 31°MAX |
Pancadas de Chuva - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
PODE ISSO? Entidade que pleiteia serviços sociais da Prefeitura teria contratado empresa para fazer plano após reprovação
Anunciante
A Prefeitura de Araçatuba deve definir na próxima quinta-feira (25) o futuro da gestão dos serviços sociais na cidade. A informação é de que apenas uma entidade teria apresentado proposta e, num primeiro momento, teve seu plano de trabalho rejeitado.

Ocorre que, conforme fontes da secretaria de Assistência Social, a referida entidade, cuja sede fica em Ribeirão Preto e que o presidente seria o advogado de um conhecido aliado do prefeito Dilador Borges (PSDB), teria contratado uma empresa para elaborar um novo plano de trabalho, atendendo às especificações exigidas pelo município.

O Política e Mais apurou que a secretária de Assistência Social, Maria Cristina Domingues, e a vice-prefeita, Edna Flor (PPS), tem conhecimento do que estaria acontecendo para que a contratação da entidade seja viabilizada. No entanto, nada teriam feito até agora para precaver o município, num futuro muito próximo, de eventuais prejuízos que venham a atingir especialmente a população mais pobre da cidade, que depende da Prefeitura em muitos aspectos.

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Diante de tais informações, a Prefeitura de Araçatuba fez alguma visita técnica à sede, subsede ou a alguma instituição onde esta entidade tenha atuado? A Prefeitura sabe quais serviços ela presta, ou está se atentando apenas à apresentação de documentos?

Direitos humanos sempre foi a principal bandeira de trabalho da vice Edna Flor e também da secretária Maria Cristina, que há anos trabalha com a vice-prefeita, por quem foi indicada para assumir a secretaria de Assistência Social. Por conta disso, deveriam tomar todas as providências para resguardar os direitos da população carente e, principalmente, suas próprias imagens, uma vez que um serviço mal prestado é extremamente prejudicial aos chamados agentes políticos.

O mesmo vale para o prefeito Dilador Borges; para a primeira-dama Deomerce Damasceno Borges, que preside o Fundo Municipal de Solidariedade; e também para a diretora Assunta Curte, que fundou uma das principais instituições de acolhimento a quem precisa em Araçatuba e que hoje atua em programas sociais da administração municipal.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.