ARAÇATUBA | 15 AGOSTO
| 4:13 | 12° MIN 30°MAX |
Variação de Nebulosidade - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
CIDADES
Pioneiro da veterinária em Araçatuba, 'Wardemá Cachorro' morre aos 88 anos, após 25 dias de internação na Santa Casa
Morreu na madrugada deste sábado (03), em Araçatuba, um dos pioneiros da veterinária da cidade: Waldemar Giovani, 88 anos. Popularmente conhecido como "Wardemar Carchorro", ele veio a óbito após 25 de internação da Santa Casa, por problemas de saúde que acabaram afetando a parte pulmonar.

Waldemar não foi veterinário de formação, mas era um profissional cuja vivência e dedicação aos animais o credenciaram como um dos mais experientes da cidade, mesmo com o desenvolvimento e surgimento de Faculdade de Medicina Veterinária em Araçatuba e uma série de clínicas e lojas especializadas na área.

Amante dos bichos e dos animais, ele trabalhou de segunda-feira a segunda-feira até o ano passado, quando a saúde o debilitou e o obrigou a fechar a farmácia veterinária que mantinha na rua Padre Lebret, na região central de Araçatuba.

Waldemar deixa irmãos, cinco filhos - sendo quatro deles mulheres - e netos. Era viúvo há 17 anos e enquanto casado tinha a esposa Laurinda Magalhães como companheira de trabalho na farmácia veterinária.

Além dos bichos, fossem eles de pequeno ou grande porte, uma vez que chegou a ser bastante requisitado por pecuaristas de Araçatuba, Waldemar também era um amante do futebol. Presidiu e se dedicou por muito tempo ao Comercial Futebol Clube, junto com o amigo Mário Mardegan, ex-vereador.

O corpo de Waldemar Giovani, o eternizado "Wardemá Chachorro" está sendo velado na capela da funerária Cardassi, na avenida da Saudade. Seu corpo será sepultado às 9h deste domingo, no cemitério da Saudade.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.