ARAÇATUBA | 23 SETEMBRO
| 5:42 | 18° MIN 32°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
CIDADES
Pela quarta vez, imagem de Nossa Senhora Aparecida é destruída na Praça do Guanabara; responsável aparentava estar drogado
Anunciante
Intolerância ou vandalismo? Pela quarta vez desde 2010, moradores vizinhos à praça Seisaburo Ikeda, mais conhecida como Praça do Guanabara, voltaram a se deparar nesta terça-feira (06) com a destruição de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida que ficava em um espaço na área de recreação.

De acordo com Zoraide Marques de Almeida, que há 19 anos adotou a praça e cuida dela praticamente sozinha, a destruição ocorreu por volta das 2h. Um rapaz, vestindo bermuda, camiseta, boné e com uma mochila nas costas praticou o ato, que pode ser interpretado como vandalismo ou mesmo com intolerância religiosa.



Dona Zô, como é conhecida a cuidadora da praça, disse que o ato criminoso foi registrado por quatro câmeras que fazem o monitoramento eletrônico da praça. No entanto, a qualidade das imagens não permite identificar com precisão o responsável pela destruição.

Ela disse ao Política e Mais que o rapaz, aparentando estar drogado, abriu um prisma de vidro onde a imagem ficava e a quebrou com as próprias mãos. "Ele tentou arrancar, mas como isso já havia acontecido outras três vezes, a Nossa Senhora estava amarrada à base do local onde ficava. Então a pessoa quebrou com as próprias mãos", disse a cuidadora da praça.



De acordo com ela, a imagem ficava em um espaço reservado da praça, para que pudesse ser observada ou visitada e até mesmo cuidada por quem é católico e tem crença em Nossa Senhora. "Ela ficava em um cantinho. Justamente para que o restante da praça possa ser usado para atividades ecumênicas", explica.

Zoraide conta que a primeira imagem da santa - todas elas doadas por pessoas que frequentam a praça ou que a admiram pela forma como é cuidada - foi colocada no local em 2004. "Ficou seis anos sem que ninguém a tocasse ou fizesse algo. Depois da primeira, as outras três vezes que isso ocorreu foi nestes últimos três anos", explica.

A cuidadora da praça, entristecida com o fato, disse que chegou a acionar a Polícia Militar para ir até o local, mas que não ficou para saber se alguma ocorrência foi registrada. Ela se mostra desapontada, uma vez que em nenhum dos casos os responsáveis pelas destruições não foram identificados.

Dona Zô disse que uma pessoa já se ofereceu para doar uma nova imagem de Nossa Senhora e que, a partir de agora, pretende fazer uma campanha para comprar câmeras mais modernas para fazer o monitoramento do espaço. "Temos quatro câmeras que foram doadas gentilmente por um rapaz, que fez a instalação e colocou o equipamento que faz o registro em minha casa. Mas acredito que as câmeras precisam ser trocadas, pois estes equipamentos vão se modernizando com o tempo. Vamos batalhar para comprar novas câmeras e tentar registrar o que acontece na praça com mais precisão", disse.

Imagens postadas pela página Araçatuba Facts.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.