ARAÇATUBA | 22 SETEMBRO
| 15:26 | 20° MIN 32°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
PASSOU MAL
Paulinho, o menino que só tem um rim, volta para UTI; mãe pede orações
Anunciante

Na luta pela sobrevivência, devido a sérios problemas de saúde pelo fato de ter nascido com apenas um rim, o pequeno Paulo Otávio, de cinco anos, que ficou quase dois meses hospitalizado em Bauru, teve que ser internado às pressas na madrugada desta sexta-feira (15), em Araçatuba, menos de uma semana após ter retornado para casa.

Ele está na UTI Neonatal da Santa Casa, com suspeita de líquido nos pulmões e seu quadro clínico é estável segundo a assessoria de imprensa do hospital. Nas redes sociais, a mãe de Paulinho, como ele é chamado, Andréa Carla Firmino, pede orações para o filho.

Paulinho tem um irmão gêmeo e outras duas irmãs. Ele nasceu com apenas um rim e o órgão passou a ficar insuficiência para atender às necessidades de seu corpo. Após um período internado na Santa Casa local, foi transferido para Bauru porque em Araçatuba não há um nefrologista pediátrico, necessário para seu tratamento.

Ele retornou à cidade no último sábado e no domingo chegou a participar de um almoço solidário organizado por amigos para ajudar sua família, que mora no bairro Porto Real 2. No entanto, nos últimos dias não vinha se sentindo bem, precisando ser internado por volta das 5h desta sexta-feira.

De acordo com Roger Paulo Pereira, pai de Paulinho, o quadro do menino é considerado grave uma vez que ele tem uma condição clínica debilicada por conta da deficiência renal, situação que lhe coloca na fila para um futuro transplante de rim.

No período em que permaneceu em Bauru, Paulinho chegou a ficar 24 horas por dia conectado a uma máquina de diálise, para filtragem do seu sangue. A previsão médica era de que ele poderia, com uma melhora, permanecer nestas condições fazendo este tratamento em sua própria casa.

Há um mês, Paulinho estava em condições de voltar para Araçatuba, mas pela falta de um nefrologista pediário na rede pública de saúde da cidade, o DRS 2 (Departamento Regional de Saúde) não estava encontrando caminhos de receber o paciente e também a máquina que deveria ser encaminhada para sua casa, onde faria a diálise conforme a necessidade e seguindo orientações inicialmente passadas pela equipe médica de Bauru.

A previsão era de que Paulinho ficaria nesse sistema de tratamento até ter condições de receber um transplante renal. No entanto, com passou mal e voltou a ser hospitalizado, a família não sabe mais o que pode acontecer. 

“Ele ainda não havia sido entubado quando minha esposa me avisou. Eu arrumei um trabalho temporário de segurança e estou fora de Araçatuba. O que ela me disse é que ele estava com uma máscara para auxiliar na respiração e que iria para a UTI”, disse o pai, Roger, ao Araçatuba e Região.

Como a situação de Paulinho requer acompanhamento contínuo, sua mãe Andréa, que está grávida de uma outra criança, é quem o acompanha. O pai, desempregado, vinha ficando em casa para cuidar dos outros filhos. A família passa por dificuldades e precisa da ajuda de quem puder colaborar da forma que for possível. 

SERVIÇO

Quem puder ajudar a família de Paulo Otávio, pode depositar qualquer quantia em nome de:

Andréa Carlos Firmino 
CPF 381.790.728-19 
Agência 0281 Caixa Econômica Federal 
Conta Poupança 00052892-8 
O endereço da família é Rua Igor Dourado Castro, 316, Porto Real 2, Araçatuba


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.