ARAÇATUBA | 21 AGOSTO
| 22:27 | 17° MIN 31°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
blidagem
Partidos ensaiam ofensiva contra 'blindagem' de aliados a Dilador Borges
Anunciante
Quem também se mexe são os partidos que, por ora, não fecharam oficialmente nem com Dilador Borges (PSDB), nem com o grupo de Cido Sério (PT) ou com o empresário Luís Fernando de Arruda Ramos (PTB). O Política e Mais recebeu a informação de que no próximo dia 26, a partir das 19h, líderes partidários devem se reunir na sede do PSB para discutir o cenário eleitoral.

Na semana passada, parte deste grupo já se reunião e do encontro surgiu um imbróglio que deixou Dilador Borges um tanto quanto irritado: a especulação de que ele já teria comprometido parte das secretarias de governo com a vereadora Edna Flor (PPS), até agora definida como sua vice para as eleições deste ano.

CHINELO 2

O assunto fez com que Dilador mobilizasse sua base para aparer arestas e negar que tenha acertado secretaria ou cargo com alguém antes do tempo certo. Esse tipo de especulação contribuiu para que ele postergasse o anúncio oficial de uma aliança com Edna Flor como sua vice.

Dilador não quer afastar a possibilidade de ter outros partidos a seu lado e enfrenta restrições de siglas consideradas pequenas, quando a alguns nomes de seu grupo de sustentação. A reclamação é de que nomes como o do presidente do PPS, José Geraldo Fogolim, e do radialista Luís Araújo, que hoje está sem partido, estariam atrabalhando a aproximação com Dilador.

"Todo mundo sabe que estas eleições serão diferenciadas. Só que vemos que no grupo do Dilador, que tem grande chance de vencer as eleições, tem gente de salto alto impedindo a aproximação. Ele tem que ver que, por não dialogar, não se abrir para os demais articuladores políticos, já perdeu três eleições num prazo de oito anos. Desta vez, é quem tem a maior chance de vencer, só que sozinho, ou com seu grupinho de sempre, pode mais uma vez morrer na praia", diz um interlocutor partidário que prefere o anonimato. "Não estamos preocupados se ele acertou secretaria ou cargo com esse ou aquele. O que queremos e ter a oportunidade de dialogar e vemos uma blindagem prejudicial. Se os demais partidos resolverem lançar por conta própria outros candidatos, a eleição fica pulverizada e o resultado será uma verdadeira loteria. Por isso, o momento é de agregar e não impor arrogãncias".

De férias no Guarujá, Dilador entrou em contato com seu time em Araçatuba, esta semana, para negar que tenha fechado acordo para distribuição de secretarias com Edna Flor, que quem, segundo especulações,s eriam destinadas as pastas de Assistência Social e Educação.designer shoe imitations Cheap Christian Louboutin christian louboutin leopard slingbacks imitation
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.