ARAÇATUBA | 13 DEZEMBRO
| 23:27 | 22° MIN 34°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
Cido Sério
Papinha chama Cido Sério de 'mentiroso' após declarações do prefeito sobre Hospital da Mulher
Anunciante
Presidente da comissão permanente de Saúde na Câmara de Araçatuba e um dos políticos da cidade mais empenhados em evitar o fechamento do Hospital da Mulher, o vereador Rivael Papinha (PSB), na sessão da Câmara na última segunda-feira (29), em curtas palavras, chamou, de forma escancarada, o prefeito Cido Sério (PT) de mentiroso.

Isso porque o petista, na semana passada, declarou à imprensa não ter tido acesso a todas as informações da comissão composta por profissionais da secretaria municipal de Saúde, do DRS 2 (Departamento Regional de Saúde), do Comus (Conselho Municipal de Saúde) e de integrantes da Câmara que estudou a situação do Hospital da Mulher e que, em números, mostrou que a continuidade do seu funcionamento pé viável.

O estudo realizado mostra que com um gasto mensal de R$ 544.722,31 a Prefeitura consegue manter o HM em atividade. No entanto, precisaria fazer cortes em despesas, rescisões contratuais e otimizações de serviços que hoje consomem desnecessariamente dos cofres municipais R$ 449.477,99.

PAPINHA - HM

Foi justamente a apresentação dos números à administração municipal que irritou Papinha. Primeiro, porque, segundo ele, o próprio Cido Sério, no final do ano passado, quando anunciou que fecharia o HM, apresentou uma planilha com custos da ordem de R$ 1,105 milhão com a unidade.

Desse montante, R$ 530 mil seriam destinados a OSS (Organização Social em Saúde) Associação das Senhoras Cristãs de Araçatuba, que mantinha até pouco tempo o Hospital Benedita Fernandes, contratada pela Prefeitura para administrar o Hospital da Mulher. "Agora falam que não pagam nem R$ 400 mil. Que é por desempenho", disse o vereador na Câmara.

Papinha usou a tribuna da Câmara para dizer que a administração municipal tinha em mãos, protocolado, o relatório com o conteúdo do estudo desde o dia 19 de fevereiro, período em que Cido Sério estava de licença médica e a cidade era governada pelo vice Carlos Hernandes (PMDB). O vereador garante que o relatório foi apresentado para o peemedebista e para o então secretário de Administração, Valdevino Bittencourt Dias, e para o de Governo, Carlos Nova.

"Ele (Cido Sério) que mentiu", afirma o vereador, sobre declaração dada pelo chefe do Executivo e a condução do processo, uma vez que Papinha garante ter recebido do próprio petista dados sobre o HM. "Ele mostrou a planilha. Foi pela mão do prefeito".

Para Papinha, Cido Sério tem que ser claro com a população. "Fala que o Executivo não quer gastar com o hospital. Seja realista", disse o vereador na tribuna do Legislativo. "Isso é cassar desculpa".

De acordo com o vereador, Cido Sério diz que que a Prefeitura acumula dívidas com a OSS gestora do HM da ordem de R$ 1,7 milhão e que o petista não demonstra interesse em manter a unidade de funcionamento em atividade. "Falar que o hospital é inviável é brincar com a nossa inteligência", diz o parlamentar.

tiezinha

O desabafo de Papinha, durante a sessão, foi defendido pela vereadora Tieza (PSDB), que também participou dos estudos. "A vaidade não está lhe permitindo voltar atrás", disse a parlamentar sobre o posicionamento de Cido Sério a respeito do fechamento do HM. "Ele não esperava que fossemos mostrar esse trabalho de que o hospital não precisa fechar", disse.

O líder de governo, Gilberto Batata Mantovani (PR), e Jaime José da Silva (PTB), fizeram a defesa da administração municipal. No caso do petebista, ele disse que a Prefeitura não deve recursos à OSS contratada para administrar o HM.red sole christian louboutin knockoff Louboutin Replica knockoff christian louboutin pumps
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.