ARAÇATUBA | 9 DEZEMBRO
| 17:1 | 15° MIN 31°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
CASO GRAVE
Padre Luigi Favero é submetido a 2ª cirurgia cerebral em apenas 2 dias
Anunciante

O padre Luigi Favero, 74 anos, reitor do Centro Universitário UniSALESIANO de Araçatuba, foi submetido a uma segunda cirurgia na cabeça neste sábado (24), para drenagem de sangramento cerebral decorrente de um hematoma subdural agudo, por ele sofrido na noite da última quinta-feira (22), quando foi operado pela primeira vez.

Na manhã deste sábado, padre Luigi passou por tomografia computadorizada que detectou uma área de contusão leve, conforme informou o UniSALESIANO por meio de sua assessoria de imprensa. Apesar de um dreno ter sido colocado na estrutura craniana, o exame apontou sangramento, o que levou a equipe médica a optar por uma nova cirurgia para fazer a drenagem do sangue acumulado.

“Nesta última tomografia, foi detectada uma área de contusão leve. O cérebro está perfeito. Voltou a sangrar um pouco mesmo com dreno. Será aberto (o crânio) para nova drenagem. O quadro está bem estável. Continua em coma induzido. Daqui a pouco será operado novamente. Os médicos estão otimistas. O cardiologista está acompanhando junto aos outros médicos”, diz mensagem passada ao site Araçatuba e Região.

O hematoma subdural agudo é, geralmente, causado por traumas na cabeça. O sangue se acumula entre as camadas de tecido que envolvem o cérebro. É um tipo de hemorragia que pode levar o paciente à morte.

Padre Luigi teria passado mal em sua residência, no interior do Colégio Salesiano, no Jardim Sumaré, na noite de quinta-feira, e levado para o hospital da Unimed, onde foi submetido a tomografia computadorizada e operado na sequência. Ele continua internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital.

RISCOS E SINTOMAS

Apesar de os hematomas subdurais serem, geralmente, decorrentes de traumas, idosos, como é o caso de Padre Luigi, correm o risco de desenvolverem o problema por conta do encolhimento do cérebro. Fator que faz com que pequenas veias fiquem vulneráveis a se romper. Usuários de medicação anticoagulante; pessoas que fazem consumo abusivo de álcool ou que sofrem quedas frequentes e tiveram repetidas lesões cranianas têm chances maiores de sofrer esse tipo de hemorragia.

De acordo com a literatura médica, os sintomas de hematoma subdural são variados. Tudo depende do tamanho da sua extensão, idade e outras condições médicas do paciente. Quando o sangramento é repentino e severo a pessoa pode perder a consciência e entrar em coma imediatamente. Em casos menos graves a vítima pode aparentar normalidade em dias posteriores à lesão na cabeça, mas lentamente aos poucos vai demonstrando confusão mental e pode até ficar inconsciente.

TRATAMENTO E COMPLICAÇÕES

O tratamento de hematomas subdurais agudos depende da gravidade do problema e também das condições clínicas do paciente. Nos casos mais simples, as pessoas que enfrentam o problema ficam em observação e passam por exames de avaliação. Já nos mais graves, como aconteceu com o padre Luigi Favero, é necessária a realização de cirurgia para diminuir a pressão sobre o cérebro.

Além de ser um problema de saúde que pode levar o paciente à morte, o hematoma subdural também pode levar o paciente à perda de memória e problemas na fala. A recuperação depende do tipo de lesão cerebral e de sua localização.
 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.