ARAÇATUBA | 19 AGOSTO
| 8:9 | 14° MIN 28°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
OPINIÃO: Vaiado, Dilador diz a 2 mil pessoas que elas precisam ter 'mais educação'. E assim age o gestor que 'não engole sapo'
Após chamar seus críticos em redes sociais de "vagabundos", o prefeito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB), voltou a demonstrar, na noite desta sexta-feira (16), sua intolerância ao contraditório. Enquanto discursava na abertura da Copa TV TEM de Futsal, no ginásio Plácido Rocha, não suportou ser vaiado e disparou contra cerca de duas mil pessoas presentes ao evento.

"Eu estou falando e vocês precisam ter mais educação", disparou o alcaide em reação às vaias e ao coro "vai tapar buraco. vai tapar buraco", entoado por torcedores que foram ao ginásio acompanhar a estreia dos times masculino e feminino de Araçatuba na competição.

Se por um lado o público pode ter sido deselegante, por se tratar da autoridade máxima do município, de outro o chefe do Executivo, que tem o chamado "pavio curto", precisa saber que se está sendo vaiado, algo de errado está acontecendo com sua administração. E dessa vez, a manifestação nem partiu de "meia dúzia" de adversários que fazem uso da internet para se posicionar contra atos do governo.

Para não enfrentar novos dissabores do tipo, Dilador tem alguns caminhos que podem ser tomados. O principal dele é saber agir, por conta própria, diante de situações embaraçosas como a que ocorrera na abertura da copa de futsal.

Não tendo condições pessoais de se controlar quando confrontado, ele tem que ter a humildade de ouvir seu assessores. Afinal, eles estão lá justamente para auxiliá-lo e não apenas bater palmas e assim garantir seus cargos comissionados. É da assessoria, em especial a de imprensa e gabinete, ter sabedoria e, se necessário, enfrentar o chefe do Executivo para que ele não se meta em situações complicadas ou desastrosas.

Em um ano e pouco mais de dois meses de governo, Dilador está demonstrando rápido demais seu destempero. Em miúdos, o que era até então conhecido por apenas algumas pessoas de seu convívio pessoal e político, está se tornando público e tende a piorar se o chefe do Executivo não lançar mão do embate.

Dilador precisa ter a humildade de lançar mão da "guerra" e estender a bandeira branca àqueles que o incomodam antes que as coisas piorem. Principalmente, porque, politicamente, dependendo do resultado das eleições deste ano, as coisas podem se complicar para seu lado dependendo de quem forem os eleitos. Também pode piorar sua relação com a Câmara, pelo que dizem, nos corredores da Casa, vereadores que até então são seus aliados.

Sobre as críticas, elas nunca faltarão ao governo, por mais perfeito que ele tente ser. E se Dilador quis aproveitar o ginásio com quantidade considerável de pessoas para "testar sua popularidade", a ideia não foi das melhores. É preciso reconhecer que não será com arrogância nem com "coronelismo" que vai conseguir ganhar a população.

Mesmo que tenham, na administração municipal, na sociedade e na imprensa, aqueles que a todo custo ainda defendem seu governo. Talvez, o recado da população dado no ginásio Plácido Rocha seja o que o araçatubense de fato esteja querendo ver na cidade: a administração tapando mais buracos e falando menos.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.