ARAÇATUBA | 21 SETEMBRO
| 7:5 | 18° MIN 30°MAX |
Pancadas de Chuva - Fonte: CPTEC/INPE
ObituÁrio
Anunciante
CAMPEÃO DE AUDIÊNCIA
Nascido em Promissão, lenda do rádio Zé Béttio morre aos 92 anos
02/01/1926
27/08/2018
Anunciante

“Fala, Zé! Falo, falo, sim. Acorda, joga água nele!” Alguém se lembra destes bordões? Eles pertencem a uma lenda do rádio brasileiro, o paulista Zé Bettio, natural de Promissão, a 80 quilômetros de Araçatuba. O radialista faleceu na madrugada desta segunda-feira (27), aos 92 anos de idade. Dormia quando deu o último suspiro, em sua casa, no Horto Florestal, em São Paulo.

O homem que durante 40 anos atuou nas rádios brasileiras deixou os microfones em 2009, aos 83 anos, alegando cansaço.

Atuava de domingo a domingo, das 5h às 7h, e deixou sua marca registrada com dinamismo e humor. Frases como “Dona de casa, tem água, tem? Água na turma!” eram seguidas de barulho de água caindo de um balde.

Havia também sons de buzina, de panela batendo, mugidos de vaca, galo cantando, urro de jumento... Valia de tudo para acordar o ouvinte e não deixá-lo perder a hora.

FAMÍLIA

José Béttio (seu nome verdadeiro) nasceu aos dois de janeiro de 1926, na Fazenda Santa Maria, propriedade de seu avô Ângelo Béttio, localizada no bairro rural Cabeceira dos Patos, comunidade de imigrantes italianos em Promissão.

Filho de Phelippe Béttio e Mafalda Centanin, trabalhou como sapateiro na Rua Minas Gerais, 218, naquela cidade. Ainda tinha parentes no Bairro Bonsucesso e, em entrevista a esta repórter, em 2011, disse que os visitava sempre que podia.

SANFONA

Zé Béttio começou a carreira no rádio em Lins (SP), tocando sanfona com uma dupla sertaneja, ainda adolescente. Fez muitos bailes em fazendas e manteve, mais tarde, um bailão no bairro Jaçanã, na capital paulista. Gravou 38 discos, inclusive com as Irmãs Galvão, João Mineiro e Zé Goiás. Músicas de sua autoria foram gravadas pelo cantor Daniel, dentre outros.

LOCUTOR

A carreira de locutor teve início na Rádio Difusora de Guarulhos. Agradou com seu bom humor, o improviso de textos dos anunciantes, a voz anasalada e o soque ítalo-caipira. No início dos anos 1970, foi contratado pela Rádio Record e ele leva a emissora do 14º para o primeiro lugar de audiência, atingindo um universo de três milhões de ouvintes.

CANTORES

Na Record, lançou muitas duplas e cantores sertanejos, como a dupla Milionário e José Rico, Gilberto e Gilmar e Poeta e Trovador. Contratou também muitos artistas para o Rádio: "Tião Carreiro e Pardinho, Milionário de José Ri- co, Tonico e Tinoco, Cascatinha e Inhana, Trio Parada Dura e Chitãozinho e Xororó, dentre muitos outros. "O contrato era por dois anos e com registro em carteira", afir ma Zé Béttio,

CONTRATO MILIONÁRIO

A lenda do rádio foi para a Rádio Capital, em 1984, e, segundo o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira, chegou a “possuir o maior salário do rádio, renovando seu contrato no final dos anos 80, por cerca de 2 milhões e 500 mil cruzados no- vos, 100 vezes o salário do Presidente da República na época". Zé Béttio teve uma passagem rápida também pela Gazeta AM de São Paulo.

DESCANSO

Em dezembro de 2009, decidiu descansar e deixou a Rádio Record AM de São Paulo. "Foram 40 anos de comunica ção, sempre ao vivo. Durante todos estes anos eu levantava às 3h da manhã de do- mingo a domingo e ainda realizei os bailões, durante 10 anos, aos sábados, domingos, feriados e no carnaval", relatou Zé, em um bate-papo por telefone e por e-mail com esta repórter, em 2011.

NATUREZA

O radialista vivia em São Paulo com a esposa, Leonilda Doná Béttio. Parte do tempo usava para trabalhar em sua autobiografia, cujo título é “Quem é? É o Zé Béttio, uma lenda viva do rádio".

Divida o tempo também visitando suas propriedades rurais em Garça e Rinópolis, onde mantinha programas de educação ambiental, confirmando a sua preocupação em defesa da fauna e da flora. "Respeite os animais, eles são chamados de irracionais porque quem fez a classificação foram os homens", dizia ele.

Em 2016, entretanto, sofreu um AVC  (Acidente Vascular Cerebral), do qual se recuperou bem, mas com algumas limitações,  passou a levar uma vida mais reclusa.

DESPEDIDA

Zé Béttio se despediu nesta segunda-feira. Seu corpo foi sepultado no Cemitério do Horto Florestal, sem a participação da imprensa, a pedido da família.

Por aqui, é como se ouvíssemos uma última vez a sua despedida, como fazia todas as manhãs na Rádio Record: “Gente, eu estou indo embora... Mas amanhã bem cedinho, se Deus quiser, estou de volta”.



Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.