ARAÇATUBA | 17 DEZEMBRO
| 2:35 | 23° MIN 35°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
MORREU NO NINHO? Pressão de GMs e Sisema adia leitura de projeto sobre atividade delegada; autor promete não desistir
Anunciante
O vereador Alceu Batista (PV) solicitou, nesta segunda-feira (09) de projeto de sua autoria, que autoriza a instalação em Araçatuba da atividade delegada, da relação de propostas lidas na sessão desta segunda-feira (09) e posteriormente relacionadas para apreciação e votação no plenário da Câmara.

A retirada da proposta se deve a pressão feita por integrantes da Guarda Municipal e do Sisema (Sindicato dos Servidores Municipais de Araçatuba), que não aceitam a contratação, pela Prefeitura, de policiais militares em dias de folga para prestação de serviços ao município.

Para Alceu, sua proposta não tira atribuições da Guarda Municipal. No entanto, ele aceitou retardar a leitura do projeto até que seja discutida com guardas e o sindicado dos servidores a instituição de medidas no município que venham a beneficiar os guardas pertencentes ao quadro de funcionários da Prefeitura.

De acordo com o presidente do Sisema, o também vereador Denilson Pichitelli, a Guarda Municipal tem muitos problemas a serem resolvidos antes de o município se preocupar em contratar policiais militares para desenvolver atividades em dias de folga.

"A Guarda Municipal tem uma estrutura inda muito sucateada. O governo passado comprou algumas viaturas, fez concurso, mas tudo isso ainda é muito pouco. Os nossos guardas ainda precisam de investimentos em uniformes, treinamento, veículos para fazer o patrulhamento na cidade e, principalmente, de uma melhora em seus padrões salariais", diz Pichitelli.

Para o vereador sindicalista, é um direito de Alceu apresentar a proposta para instituição da atividade delegada em Araçatuba. No entanto, ele vai trabalhar nos bastidores para que o projeto não seja aprovado caso seja levado a leitura e apreciação por Alceu.

"Fizemos contatos com alguns dos vereadores e eles sinalizaram que são contra este projeto justamente porque Araçatuba tem a Guarda Municipal que precisa ser valorizada. Se o colega Alceu Batista insistir no seu projeto, vamos tentar de tudo para matar no ninho", afirma Pichitelli.

Apesar das reclamações, Alceu diz que seu projeto não desprestigia os guardas municipais e que a atividade delegada pode ser colocada em prática junto com medidas que venham a melhorar as condições de trabalho dos profissionais do município.

"Acho que uma coisa não tem nada a ver com a outra. Mesmo assim, aceitei adiar a leitura do projeto e vamos discutir esta semana para ver o que é possível fazer. Espero encontrarmos uma solução para que esta minha proposta seja lida na próxima semana", diz Alceu.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.