ARAÇATUBA | 9 DEZEMBRO
| 17:56 | 15° MIN 31°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
SAÚDE PÚBLICA
Leishmaniose mata mulher de 29 anos; é o terceiro óbito em 2018
Anunciante

Uma mulher de 29 anos, moradora do bairro Jardim do Trevo, em Araçatuba, morreu no último dia 23, na Santa Casa, vítima de leishmaniose visceral. Ela foi internada no dia 21 de novembro e não resistiu aos efeitos da doença.

De acordo com a Prefeitura, o ano de 2018 contabiliza 3 mortes decorrentes da doença entre 13 casos confirmados. Durante 2017, a Vigilância Epidemiológica confirmou 9 casos com o óbito de três pessoas.

A terceira vítima fatal da leishmaniose este ano deu entrada na Santa Casa no dia 11 deste mês, com sintomas bastante avançados da doença, transmitida pelo mosquito palha. Exames foram realizados na paciente e o resultado confirmado pelo Instituto Adolfo Lutz.

Conforme nota emitida pela Prefeitura, nesta terça-feira, a paciente veio a óbito no mesmo dia que recebeu o diagnóstico da doença e que começou a tomar medicamentos. No entanto, pelo que apurou a reportagem, ela começou a apresentar os primeiros sintomas no mês de março.

A moradora do Jardim do Trevo teve o óbito confirmado pela equipe médica da Santa Casa às 14h43 do último dia 23. Desde a confirmação da morte por leishmaniose, a Prefeitura de Araçatuba e nenhum de seus órgãos de Saúde, se manifestaram a respeito.

A quantidade de casos e o número de mortes registradas em 2018 foi divulgada pela assessoria de imprensa da administração municipal após questionamento feito pelo site Araçatuba e Região. Até o momento, não há informações sobre quais providências o município vem tomando para conter o avanço da doença, que já ultrapassou as estatísticas de 2017.


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.