ARAÇATUBA | 12 DEZEMBRO
| 11:49 | 22° MIN 34°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍCIA E JUSTIÇA
Anunciante
MAUS TRATOS
Justiça condena ex-educadora a pena de 14 anos por agressão a crianças
Anunciante

A ex-educadora infantil de uma creche de Ilha Solteira, Cláudia Cristina Ramos, foi condenada à pena de 14 anos, 9 meses e 10 dias de prisão pela Justiça do município por torturas praticadas contra crianças entre os anos de 2014 e 2016.

Cláudia poderá recorrer, em liberdade, da sentença que prevê o cumprimento da pena em regime semiaberto. Ele era funcionária da Prefeitura de Ilha Solteira e trabalhava na creche “Sorriso de Criança”. Imagens dos maus tratos praticados pela funcionária foram registrados por uma servidora municipal e entregues à polícia, ao Ministério Público e Secretaria de Educação do município.

Por conta das torturas praticadas durante o trabalho, Cláudia foi alvo de uma sindicância instaurada pela administração municipal e acabou sendo exonerada. O caso ganhou repercussão, em 2016, depois que pais de crianças que ficavam na creche reconheceram os filhos sendo torturados pela educadora.

A sentença, aplicada pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Ilha Solteira, Rafael Almeida Moreira de Souza, foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (05). O magistrado acolhei, parcialmente, as acusações feitas pelo MP.

As imagens, gravadas em meados de 2016, não foram divulgadas pela Justiça. No entanto, de acordo com a Promotoria Criminal, mostram a prática de violência psicológica e física contra as crianças que estavam sob seus cuidados. Ela foi demitida pela Prefeitura por ter cometido “ofensa física, em serviço, a particular”.

A prática criminosa, por parte da ex-educadora, causou revolta à população de Ilha Solteira, que chegou a protestar em locais públicos pedindo punição a então funcionária municipal.


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.