ARAÇATUBA | 20 JULHO
| 20:55 | 15° MIN 32°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
REFORMA BÁSICA
Inaugurado, novo PS teve reforma de R$ 585 mil; aluguel é de R$ 24 mil

O Pronto-Socorro Municipal “Aida Vanzo Dolce” já funciona em seu novo endereço: o prédio do antigo Hospital Santana, na rua Rosa Cury, região central de Araçatuba. A unidade de saúde foi inaugurada na manhã desta quinta-feira (05), com a presença do ministro da Saúde, Gilberto Occhi, mas só começou a receber pacientes às 19h.

Para ser transformado em um pronto-socorro, o antigo hospital passou por adequações para atender às normas de saúde pública vigentes no país. A Prefeitura, que já paga aluguel mensal de R$ 24 mil a um grupo de médicos para usar a construção, fez um investimento no local de R$ 585.384,34. O valor foi empregado no transporte e instalação de equipamento de raio X, gerador e tubulações de gases medicinais, além da  implantação de um novo sistema de informática.

Durante a presença do ministro Occhi em Araçatuba, a administração municipal formalizou pedido para que a unidade que acaba se ser inaugurada seja transformada em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), uma vez que a Prefeitura requisitou ao ministério que outras duas, uma construída no bairro Umuarama e outra em construção no Morada dos Nobres, sejam revertidas em UBSs (Unidades Básicas de Saúde). 

“Esse será o nosso próximo passo: conseguir essa transformação, assegurando mais e melhores serviços para o atendimento à população”, disse o prefeito Dilador Borges.

Com o funcionamento do PS no centro da cidade, a unidade desativada no bairro Aviação, que se encontra em condições precárias, será reformada para receber, futuramente, uma outra unidade de Saúde. A principal possibilidade que seja transferido para o local o NGA (Núcleo de Gestão Assistencial), hoje instalado em um prédio alugado pela Prefeitura.

O PS inaugurado nesta quinta-feira funcionária 24 horas por dia e terá médicos clínicos gerais, pediatra de plantão dia e noite, além de farmácia externa onde serão disponibilizados medicamentos para urgência e emergência, além de serviço de assistência social, aparelhos de raios X e exames laboratoriais.

ADMINISTRAÇÃO

A gestão dos novos serviços de urgência e emergência será mantida sob os cuidados da OSS (Organização Social de Saúde) da Irmandade Santa Casa de Birigui. Para garantir o funcionamento, a Prefeitura promete manter trabalhando no local gerente de projeto, dois supervisores da Rede de Urgência e Emergência; um supervisor de logística de transporte; 15 recepcionistas; 5 auxiliares administrativos; um assistente social; um enfermeiro responsável técnico; 17 enfermeiros assistenciais; 77 técnicos e auxiliares de enfermagem; 20 auxiliares de serviços gerais; um coordenador farmacêutico; 2 farmacêuticos; 9 auxiliares de farmácia; um auxiliar de manutenção; 10 porteiros; clínico geral; pediatra; ortopedista e dentista, além de auxiliar ou técnico de saúde bucal; técnico em raio X; técnico de gesso; coordenador médico de plantão e um diretor técnico, totalizando 166 profissionais atuando em no regime de escala.


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.