ARAÇATUBA | 14 DEZEMBRO
| 13:32 | 21° MIN 34°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
CIDADES
ILUSÃO: Dilador e Edna recuam; mantêm reajuste de 20% no IPTU só para 2018; mas farão estudo que pode 'explodir' tributo em 2019
Anunciante
A dupla DILAFLOR - formada pelo cimenteiro Dilador Borges (PSDB) e pela defensora dos direitos humanos, da ética, da legalidade e da moralidade, Edna Flor (PPS) - responsável pela administração de Araçatuba, reuniu sua "tropa de choque" na manhã deste sábado (04) para rever a proposta de aumento do IPTU enviada à Câmara para ser votada nesta segunda-feira (06).

Antes de explicar a nova proposta, o Política e Mais faz o seguinte alerta: ARAÇATUBENSES, NÃO SE ILUDAM. Isso porque o governo municipal propõe, agora, que o realiste do IPTU seja apenas de 20% para o ano de 2018. Os outros 20% que estavam previstos para 2019, por hora, estão abolidos. E é aí que mora o perigo.

Principalmente, porque a Prefeitura anunciou em nota que irá realizar um projeto de geoprocessamento - na verdade, o correto é georreferenciamento - para atualizar o valor venal de cada imóvel da cidade e, com isso, a planta genérica que dá base para o cálculo do IPTU. Em resumo, a população pode pagar MUITO MAIS que os 20% previstos para 2019.

Isso porque, todo dono de imóvel - em especial os que compraram por meio do programa Minha Casa, Minha Vida e fizeram ampliações como a construção de áreas, quartos e demais dependências - passarão a ter o valor venal da propriedade elevado. Com isso, em 2019, a prefeitura pode propor um aumento do IPTU muito maior que os 20% propostos até então.

É UM JOGO ADMINISTRATIVO praticado pelo governo, na manhã deste sábado, que, na prática, tende a afetar muito mais os contribuintes daqui a dois anos. Essa questão não é explicada na nota divulgada pela Prefeitura, que tenta se colocar como "boa samaritana" eliminando um dos aumentos que constam no projeto enviado à Câmara.

Para reforçar no convencimento de parlamentares e da população para que o aumento seja aprovado, a dupla Dila Flor e sua tropa reforça que será mantido intacto o projeto que está em trâmite na Câmara que prevê 15% de desconto no IPTU para quem não estiver devendo este imposto na data da publicação da Lei e mais 10% para quem pagar no vencimento em uma vez, ou em três vezes. Benefícios que não é novidade para os contribuintes, uma vez que ele sempre foi concedido por demais gestores que comandaram a cidade.

VEREADORES VÃO SE REUNIR

Apesar de o Executivo ter anunciado a mudança na proposta, a ser feita por meio de emenda supressiva a ser apresentada pelo líder de governo no Legislativo, Alceu Batista (PV), o presidente da Câmara, Rivael Papinha (PSB), que participou do encontro na Prefeitura neste sábado, disse que na segunda-feira (06), às 13h30, haverá uma reunião na Câmara, para a qual todos os vereadores foram convidados, e que cada parlamentar vai avaliar a alteração feita pelo Executivo e expor o que pensa a respeito. "Cada vereador, se for ver, tem uma proposta para essa questão do IPTU. Onde vamos, somos cobrados por conta desse aumento", afirma.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.