ARAÇATUBA | 21 AGOSTO
| 22:27 | 17° MIN 31°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
FAZER O BEM
HORA DE FAZER O BEM: Câncer atinge medula do pequeno Vitor, que segue na UTI da Santa Casa; família precisa de ajuda
Anunciante
Os resultados dos primeiros exames do pequeno Vitor Emanuel Alves Gomes, de dois anos e oito meses, detectaram que o câncer já atingiu a medula óssea, além do crânio e abdome (próximo do rim). A informação foi passada nesta quinta-feira (29) à família, que mantém a fé na cura do garotinho. Ele completará três aninhos no dia três de julho.

O diagnóstico veio após a realização de exames complementares a que o menino fora submetido na Santa Casa de Araçatuba, onde está internado desde o dia 17 deste mês. O resultado da biópsia realizada nessa quarta-feira (28) ainda não saiu e os médicos dependem disso para iniciar o tratamento.

A biópsia foi guiada por aparelhos de ultrassom e tomografia e colheu material em seis regiões diferentes do corpo de Vitor. Ainda não há previsão de quando o laboratório de patologia deverá concluir a análise para detectar o tipo de câncer que o garoto enfrenta.

"O que a gente sabe é que o câncer é muito agressivo e está avançando", disse a mãe dele, Vanessa Fernanda Alves Gomes, 33 anos, que é dona de casa e se reveza com o marido, Sérgio, 29, nos cuidados com o filho.

Tudo indica que o tumor tenha surgido primeiramente próximo ao rim, crescendo e comprimindo os outros órgãos do pequeno guerreiro, além de atingir seu crânio e medula.

O menino Vitor está internado na UTI Neonatal. Pela manhã, estava aparentemente tranquilo e corado, segundo a mãe, após uma noite conturbada por causa das dores. "Ele acordou chorando várias vezes", conta Vanessa, que durante a entrevista, agradeceu reiteradamente à pediatra oncológica Cibele Cristina Castilho, que acompanha o garoto. "Ela está sendo muito atenciosa e humana", disse.

A anemia que o menino vinha apresentando foi controlada após transfusão de sangue. Medicado, ele brincava em seu berço na UTI Neonatal enquanto a mãe falava com a reportagem ao telefone, na manhã desta quinta-feira (29). "Ele não estava comendo, mas voltou a comer e estamos confiantes de que a cura virá".

A família, que é de Andradina, conseguiu abrigo na casa de um conhecido em Araçatuba, para não precisar se deslocar todos os dias para sua cidade de origem. Os outros dois filhos do casal, um garoto de 14 anos e uma menina de seis, estão sob os cuidados de familiares.

O pai de Vitor é autônomo, trabalha com poda de árvores e limpeza de terrenos. Como está ajudando a esposa nos cuidados com o filho caçula no hospital, está sem renda nos últimos dias, por isso, precisa de ajuda para custear as despesas mensais.

Quem puder ajudar a família com qualquer quantia em dinheiro, deve fazer o depósito na conta abaixo.

Banco Caixa Econômica Federal

Sergio Alves Gomes

Agência 0280-013

Conta Poupança 00104678-6
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.