ARAÇATUBA | 20 AGOSTO
| 8:15 | 15° MIN 30°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Hernandes
Hernandes já tem problema como prefeito: licitação de R$ 13 milhões para merenda é suspensa no TCE
Carlos Hernandes (PMDb), novo prefeito de Araçatuba, mal assumiu a administração da cidade e já tem seu primeiro pepino a descascar. Agora na condição de chefe do Executivo, terá de prestar explicações ao TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) sobre licitação milionária aberta pela Prefeitura, para contratar empresa destinada ao preparo de merenda escolar para alunos da rede municipal de ensino.

A Prefeitura pretendia abrir nesta sexta-feira (15) os envelopes com as propostas apresentadas por empresas interessadas na prestação do serviço, com custo anual estimado em R$ 13 milhões. No entanto, o procedimento foi suspenso a mando do TCE-SP.

HERNANDES - MERENDA ESCOLAR

O município publicou nesta quarta-feira edital comunicando sobre a suspensão da licitação para que possa prestar esclarecimentos em questionamentos e pedidos de impugnação do edital de contratação, feitos por empresas interessadas em participar da concorrência, que prevê o fornecimento médio de 16 mil merendas diárias a alunos de mais de 60 unidades escolares de Araçatuba. Com a suspensão, a Prefeitura não sabe mais quando poderá dar andamento ao processo.

A licitação em questão foi aberta pelo então prefeito Cido Sério (PT), que foi afastado do cargo na última terça-feira (12), a mando do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), por desobedecer decisão judicial sobre a criação de cargos apadrinhados na Prefeitura.

MERENDA - LICITAÇÃO 2

A empresa que a Prefeitura pretende contratar deve assumir os serviços conduzidos atualmente, conforme contrato emergencial, pela Coelfer, fornecedora de merenda que, no final do ano passado, ocupou o lugar da ERJ Administração e Restaurantes, que desistiu da prestação de serviços sob uma série de acusações, principalmente por vereadores de oposição na Câmara, sobre a má qualidade das refeições servidas aos alunos.

Enquanto o município terá de se explicar ao TCE-SP sobre a licitação, na Câmara de Araçatuba há em andamento uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) instalada para apurar irregularidades possivelmente praticadas no fornecimento de merenda a alunos da rede municipal. As investigações, conforme problemas levantados pelo governo municipal, são conduzidas por vereadores da base aliada ao Executivo.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.