ARAÇATUBA | 16 OUTUBRO
| 19:25 | 20° MIN 29°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
ampliação
Grupo que discute futuro do Hospital da Mulher já revê fechamento dia 31 e fala em ampliar serviço
Anunciante
Em reunião realizada nesta terça-feira (05), na sede do DRS 2 (Departamento Regional de Saúde), em Araçatuba, representantes do Estado, do município,  da Santa Casa e do Conselho Municipal de Saúde chegaram ao consenso de que o Hospital da Mulher, que atende a pacientes locais e das cidades de Santo Antônio do Aracanguá e Nova Luzitânia, não pode ser fechado neste momento, apesar da previsão da administração municipal, de que as atividades serão encerradas no próximo dia 31.

O consenso se deve ao fato de que a Santa Casa, que tem ajudado a buscar uma solução para o problema, não possui estrutura física para receber gestantes que hoje são atendidas pelo Hospital da Mulher.

HOSPITALDAMULHER - DESTINO

Diretor clínico da Santa Casa, o médico Sergio Smolentzov explicou com clareza ao Política e Mais, que as entidades presentes na reunião desta terça-feira (05), tem consciência de que o fechamento do HM causará transtornos à população.

Smolentzov resume bem o que o grupo de discussão sobre o futuro do HM pretende fazer nos próximos dias. O primeiro passo será levantar todos os custos com a gestão, envolvendo despesas com recursos humanos e custeio dos partos e atendimentos realizados no local. Num segundo momento, será avaliado o que pode ser suprimido de gastos. E por fim, o grupo vai analisar todos os caminhos para a busca de recursos destinados à manutenção das atividades.

Como a Prefeitura de Araçatuba tem hoje um orçamento aprovado, que prevê recursos para o custeio do Hospital da Mulher, existe grande chance de que o HM não seja fechado como anunciado até então. Para isso, o DRS 2 teria de mobilizar unidades de saúde em outras cidades, como em Bilac, Birigui e Guararapes.

No entanto, o grupo prefere trabalhar pelo não fechamento. Posição sinalizada na reunião, inclusive, pelo vice-prefeito Carlos Hernandes (PMDB), que tem participado de todo o diálogo sobre a questão. A Prefeitura aceita mediar para que o HM não encerre no próximo dia 31 suas atividades.

Presente na reunião, o secretário de Administração da Prefeitura, Valdevino Bittencourt Dias, confirmou nesta quarta-feira (06), que o grupo não cravou o fechamento do Hospital da Mulher. "Não foi decidido isso na reunião. Pelo contrário, houve um comprometimento de todos, incluindo DRS 2, Conselho Municipal de Saúde, município e Santa Casa, de buscarmos caminhos para tirar esta carga da prefeitura. Falou-se, inclusive, em ampliar os serviços para outras cidades, para que tenhamos caminhos de buscarmos apoio financeiro junto ao Estado e ao governo federal. Sustentar o fechamento é alarmar ainda mais a população. Tem uma data prevista para isso, mas o diálogo hoje é outro e isso pode ser perfeitamente mudado", afirma Bittencourt.louboutin shoes replica Replica Christian Louboutin Shoes cheap copy shoes
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.