ARAÇATUBA | 18 AGOSTO
| 22:28 | 10° MIN 29°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
GERAL
GOLPE NOS VELHINHOS? Vereadores da base DILAFLOR dizem que Prefeitura pode cortar passe livre a idosos com mais de 60 anos
Após duas tentativas frustradas de contratar por meio de licitação uma nova concessionária do transporte coletivo em Araçatuba, a Prefeitura, conforme vereadores ligados à base de sustentação do prefeito Dilador Borges (PSDB) na Câmara, estaria estudando a possibilidade de revogar lei vigente no município que prevê multas à empresa prestadora do serviço que não conceder passe livre a idosos com idades entre 60 e 65 anos.

O "golpe nos velhinhos", como vem sendo tratada o assunto nos bastidores do Legislativo, tem como finalidade principal acabar com a multa estabelecida em R$ 20 mil, conforme legislação recente aprovada pela Câmara, por propositura da vereadora Beatriz Soares (Rede).

A medida vai afetar uma parcela grande da população que usa do transporte coletivo para se locomover até bancos para recebimentos de aposentadorias ou então a unidades de saúde. "Se este projeto for enviado à Câmara, como está sendo costurado, tem tudo para abrir uma nova crise no governo, como aconteceu com o aumento do IPTU", disse um dos vereadores da base aliada  ouvidos pela reportagem e que pediu para não ser identificado.

Em janeiro, o prefeito Dilador Borges chegou a dizer, em entrevista à TV TEM, que a questão do transporte coletivo na cidade precisava ser revista, uma vez que nenhuma empresa participou da segunda licitação aberta pela Prefeitura, com a finalidade de contratar empresa para possivelmente substituir a TUA (Transportes Urbanos Araçatuba), que tem a concessão do serviço há 40 anos.

CONTRARIA A VICE

Se consolidada a proposta de acabar com a multa à concessionária, por não dar o passe livre a idosos com idades entre 60 e 65 anos, a administração municipal vai contrariar, diretamente, um discurso praticado há anos pela vice-prefeita Edna Flor (PPS).

Nos tempos de vereadora, ela sempre brigou com a administração municipal para que fosse implantado um conselho de usuários do serviço de transporte coletivo, o que só veio acontecer na atual gestão. Edna também sempre foi uma crítica ferrenha das condições dos ônibus da atual concessionária e também não economizou em críticas quando foram colocados em prática reajustes de tarifa.

MUDAR PARA CUMPRIR PROMESSA

A mudança da legislação vigente sobre o transporte urbano em Araçatuba só tem uma finalidade: fazer com que a empresa que vier a ser contratada atenda parte das promessas de campanha feitas por Dilador Borges e Edna Flor durante a campanha eleitoral de 2016.

Os dois prometeram à população ônibus com ar condicionado, internet gratuita, pontos de ônibus cobertos, além da instalação de banheiros e fraldários no terminal Urbano. Benefícios que acabam pesando para as empresas do setor quando levado em conta o fato de o município ter lei que prevê a multa para quem não conceder o passe livre a idosos com mais de 60 anos.

O Política e Mais questionou a Prefeitura sobre o possível corte no passe livre no dia 31 de janeiro. Por e-mail, a administração municipal disse que não há nada definido até o momento. "A administração tem ouvido os vereadores e ainda estudado o que pode ser alterado no edital. Ainda não há qualquer decisão definitiva sobre a questão da idade ou qualquer outro ponto que possa ser alterado."
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.