ARAÇATUBA | 14 DEZEMBRO
| 1:8 | 21° MIN 34°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Frustrado por não ter sugestões ouvidas por Dilador e Edna Flor, vereador Flávio Salatino renuncia à Comissão de Saúde
Anunciante
O vereador e médico cardiologista Flávio Salatino (PMDB) renunciou à participação na Comissão Permanente de Saúde da Câmara Municipal de Araçatuba. A renúncia foi apresentada durante a segunda sessão ordinária do ano, realizada na noite desta quarta-feira (14). O peemedebista mostrou-se frustrado com a gestão do prefeito Dilador Borges (PSDB) e da vice, Edna Flor (PPS), porque as sugestões apresentadas pela comissão, para a saúde pública do município, não foram ouvidas pelo chefe do Executivo.

"Participei de várias reuniões no ano passado e alimentei expectativa e esperança de ser ouvido nas questões levantadas, o que não ocorreu", disse, ao justificar sua saída da comissão, que é formada ainda pelos vereadores Lucas Zanatta (PV) e Jaime José da Silva (PTB). "Entrei (na comissão) para tentar fazer diferente, mas não estava conseguindo, porque nossas sugestões não foram ouvidas", completou.

Salatino não citou quais sugestões foram ignoradas pelo prefeito, mas adiantou que, de agora em diante, vai se dedicar exclusivamente ao seu papel de fiscalizador enquanto vereador. A saída do vereador da comissão pegou de surpresa os demais parlamentares. Gilberto Mantovani (PR) disse entender a indignação do colega, mas destacou que sua renúncia é uma perda dentro da comissão. Cido Saraiva (PMDB) também se disse surpreso com a saída do colega de partido da comissão.

CRÍTICAS

A renúncia do médico vereador rendeu não só surpresa entre seus colegas de Câmara, mas também críticas ao prefeito Dilador Borges. O professor Cláudio Henrique da Silva (PMN), por exemplo, aproveitou para lembrar que também não foi ouvido pelo chefe do executivo quando sugeriu que não fosse realizado o carnaval.

"A UPA do Umuarama continua fechada e 40% das ruas do Água Branca estão sem asfalto", citou. "Se os pleitos de vossa excelência não estão sendo atendidos, é um problema seríssimo que o governo tinha que repensar e ter mais diálogo", disparou Cláudio Henrique.

Para ele, a saída de Salatino da comissão é mais um protesto contra o Executivo. "Eu também estou indignado com o não atendimento aos pleitos desta Casa", disse, referindo-se ao prefeito. E concluiu: "Com a sua saída (da comissão), quem perde é a cidade".

Quem também não poupou críticas ao prefeito Dilador Borges foi Arlindo Araújo (PPS). Ele citou o que ocorreu com os vereadores que apresentaram sugestões de mudanças na zona azul do município. "O prefeito fez os vereadores de bobo", afirmou Arlindo. "Estamos na segunda sessão do ano e já vemos manifestação dos vereadores se insurgindo contra a maneira do prefeito administrar, é sintomático de que a coisa não vai bem", completou.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.