ARAÇATUBA | 19 DEZEMBRO
| 9:11 | 23° MIN 34°MAX |
Nublado e Pancadas de Chuva - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
CIDADES
Famílias vão ao MPF após adiamento de entrega das 677 casas do Porto Real 2; Prefeitura 'lava as mãos' enquanto espera nova data
Anunciante
Um grupo de pelo menos 15 famílias contempladas com moradias do conjunto habitacional Porto Real 2, em Araçatuba, foi parar no MPF (Ministério Público Federal), nesta quinta-feira (30), após receberem de surpresa a notícia de que as casas não serão mais entregues nesta sexta-feira (31).

A entrega formal dos imóveis foi adiada de forma repentina. A informação é de que depende de uma autorização da Presidência da República, que estuda a possível vinda do presidente Michel Temer à cidade para formalizar a disponibilização das moradias a famílias contempladas pelo programa federal Minha Casa, Minha vida.

Ocorre que muitas das famílias, que dias atrás assinaram contratos com a prefeitura e a CEF (Caixa Econômica Federal), não terão mais onde ficar a partir da próxima semana, uma vez que formalizaram a entrega e imóveis alugados onde moram até então.

Na manhã desta quinta-feira, elas foram até a Prefeitura, onde não encontraram respostas sobre a nova data de entrega e também procuraram a CEF. Sem informações, foram parar na sede do MPF em busca de respaldo para uma possível ação contra os responsáveis por toda a confusão causada.

"Ninguém sabe nos informar o que vai acontecer. Tem família que está com a mudança pronta para ir para lá nesta sexta-feira", disse uma das contempladas ao Política e Mais. Ela vai morar com três filhos em uma das casas do novo conjunto, onde vai pagar prestação de R$ 88 pela moradia. Hoje, a contemplada paga aluguel de R$ 550 em uma casa no bairro Pinheiros. "No meu caso, tenho condições de ficar onde estou somente até o dia 10. Depois disso, não sei o que vai ser".

O Porto Real 2 foi construído pela Lomy Engenharia, com investimento da ordem de R$ 43,7 milhões para contemplar famílias com renda de até três salários mínimos.

LAVANDO AS MÃOS

Na tarde desta quinta-feira, a Prefeitura de Araçatuba emitiu nota à imprensa dizendo, de forma um tanto quanto vaga, que "está aguardando a definição da data de entrega das casas do Porto Real 2, que será definida pelo Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal".

A administração municipal diz ainda que, por contrato, a segurança do local é de responsabilidade da construtora até a entrega dos imóveis. Nesta semana, a CPFL está instalando os relógios e fazendo a ligação de energia nas residências.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.