ARAÇATUBA | 14 DEZEMBRO
| 13:23 | 21° MIN 34°MAX |
Poss. de Panc. de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
CIDADES
Estudo indica que redução de meio milhão em gastos mantém Hospital da Mulher funcionando
Anunciante
Estudos feitos por técnicos da secretaria de Saúde de Araçatuba, da Câmara, Conselho Municipal de Saúde e do DRS 2 (Departamento Regional de Saúde), cujo resultado deve ser apresentado hoje ao prefeito Cido Sério (PT), mostram que os gastos da Prefeitura com o Hospital da Mulher podem ser reduzidos em mais de R$ 500 mil e, ainda assim, a unidade continuar funcionando.

Uma fonte do Política e Mais, que participou de todas as reuniões e debates sobre a questão garante que o gasto de R$ 1,105 milhão divulgado pela Prefeitura, para custeio do HM, pode ser reduzido em até 50%. Para isso, basta vontade do prefeito Cido Sério em adotar algumas medidas.

HOSPITAL DA MULHER - VISITA

A primeira delas, diz a fonte, o chefe do Executivo revogar a decisão de fechar o Hospital da Mulher. A unidade de saúde deveria ter tido as atividades encerradas em 31 de dezembro e depois disso ocorreram duas prorrogações: 31 de janeiro e, agora, 27 de fevereiro.

Para manter o HM aberto, o grupo constatou que o hospital precisa ter seu uso otimizado. Uma necessidade crucial é romper contrato com Organização de Saúde ligada ao antigo hospital Benedita Fernandes, que hoje administra a unidade municipal. Só com isso, apurou o Política e Mais, a economia giraria em torno de R$ 280 mil.

"Constatamos outros gastos que não se fazem necessários. Do mais, o Hospital da Mulher tem uma despesa por não ocupar todos os seus leitos. São 54 e hoje apenas 30% estão sendo usados. Juntando estas coisas, mais uma organização na gestão, é possível que o HM continue funcionando e que possa ser ainda mais aproveitado de acordo com o projeto que iremos apresentar", diz o informante.

A intenção do grupo é fazer com que município, Estado e governo federal desenvolvam parcerias para que o HM possa ser melhor aproveitado. Com cinco salas cirúrgicas, os técnicos acreditam que o local poderia receber pacientes do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) que hoje são encaminhados para pequenas operações, como de hérnias e apendicites, em outras cidades. "Pelo que vemos, tudo é uma questão de vontade", diz a fonte.cheap louboutin imitations cheap louboutins copy christian louboutin shoes cheap
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.