ARAÇATUBA | 19 AGOSTO
| 0:26 | 14° MIN 28°MAX |
Predomínio de Sol - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
CIDADES
Este ônibus é da Educação, mas vai transportar atletas nesta sexta; como vans também levam pacientes. Pode isso, DILAFLOR?
Sem ambulâncias para transportar pacientes dentro da cidade e veículos apropriados para levá-los para tratamento em outras cidades, a secretaria de Saúde de Araçatuba vem fazendo, de forma irregular, o uso de veículos que são da Educação municipal para atender suas necessidades. O mesmo vem acontecendo com a pasta de esportes.

No último dia 14, o Política e Mais questionou a Prefeitura sobre o uso de vans da Educação, de números 648 e 649, para o transporte de pacientes para São Paulo e outras cidades. Na madrugada desta sexta-feira, um micro-ônibus da mesma pasta, de número 651, vai partir de Araçatuba levando atletas para competição em São Bernardo do Campo.

Isso pode? Não, claro que não. Principalmente, porque Educação é uma pasta que praticamente tem gestão própria e o que é destinado a ela, tem que ser usado por seus atendidos. No caso, seus veículos devem transportar alunos, professores, coordenadores. Não pacientes nem atletas, por mais necessidade que se possa existir na estrutura municipal.



É condenável ocorrer isso e o município não se manifestar. A vice-prefeita Edna Flor (PPS) sabe muito bem que não pode, que veículo da Educação não deve ser usado em outra finalidade. No entanto, a atual secretária da pasta Silvana Souza e Souza, que é cunhada de seu irmão, acaba liberando, caracterizando assim irregularidade.

Edna Flor deveria dar, no exercício do mandato, o exemplo que dava enquanto fiscalizadora. Ela não amaciava para nenhum governo quando o não era imperativo. Na condição de parlamentar, quando uma coisa não era permitida, a ilustre não economizada nos discursos. Hoje, lamentavelmente, faz vistas grossas.

O Política e Mais lamenta se a dupla dinâmica DILAFLOR pegou a cidade cambaleante. Porém, faz questão de lembrar que tanto prefeito como vice sabiam das condições. Portanto, onde está a retidão prometida nas condutas? A TRANSPARÊNCIA? O RESPEITO POR ARAÇATUBA?

Com todo respeito, o uso indevido de veículos da Educação para outras finalidades deve ser investigado pela Câmara e pelo Ministério Público. No Legislativo, há dois vereadores que exerceram cargo de secretário de Educação: Beatriz Soares (Rede) e Cláudio Henrique da Silva (PMN). Qual dos dois terá CORAGEM de questionar o governo sobre o assunto?

Só para lembrar, veículos da educação são comprados com recurso do Fundeb. Não podem e não devem ser usados para transporte que não seja relacionado a estudantes e afins dos ensinos infantil e fundamental.

SENDO ASSIM

A administração municipal poderia trazer a público a planilha com a rodagem dos veículos citados na reportagem?

Dizer para onde foram, quando foram e com qual finalidade?

Com autorização de quem foram usados sem a destinação adequada, no caso para a educação?
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.