ARAÇATUBA | 22 OUTUBRO
| 18:21 | 18° MIN 30°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
MEIO AMBIENTE
Ecoponto inaugurado há uma semana não tem condições de receber resíduo
Anunciante

Apesar de ter sido inaugurado há uma semana, o ecoponto do Claudionor Cinti permanecia fechado nesta terça-feira (12). Nos dias em que esteve em funcionamento, o local não apresentava condições de receber os resíduos levados por carroceiros. A rampa de acesso às caçambas é muito estreita e há risco de acidentes com as animais utilizados nesta atividade.

A área foi inaugurada na última terça (5), como parte das comemorações da Semana do Meio Ambiente. O espaço é destinado a receber descartes de até um metro cúbico de volume, como restos de poda e capina, entulhos e restos de construção civil e resíduos volumosos, como móveis, colchões e eletrodomésticos.

No entanto, os carroceiros não estão conseguindo utilizar o espaço e estão depositando os resíduos em outro ponto, próximo ao local recém-inaugurado, mas não autorizado pelo município.

O problema ocorre, segundo o carroceiro Osvaldo Matos de Oliveira, 65, que trabalha há 20 anos na atividade, porque a rampa de acesso às caçambas é muito estreita e falta um muro de arrimo para segurar a terra na hora de virar a carroça na caçamba para descarregar.

“Quando fui virar a carroça, percebi que a terra ia ceder e a carroça ia ficar dependurada, suspendendo o cavalo. Falta uma mureta para segurar a terra”, relatou Martins.

Com medo de sofrer um acidente e machucar o animal, ele desistiu de utilizar o local e decidiu denunciar a situação à APA (Associação Protetora dos Animais) de Araçatuba. “A impressão que dá é de que eles inauguraram esse ecoponto sem estar pronto ainda”, disse.

Nesta terça pela manhã, a presidente da entidade, Cristina Munhoz, e o vereador Lucas Zanatta (PV), que é vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal de Araçatuba, estiveram no local para verificar o problema.

O vereador contou que já tinha percebido que a rampa de descarte era muito estreita, em visita que fez ao local na semana passada. “Como ela é estreita, os carroceiros não conseguem movimentar os cavalos”, afirmou.

Segundo ele, a rampa possui quatro metros de largura, mas deveria ter seis. “A outra preocupação é com a terra que cede, porque não tem muro de contenção”, completou.

Zanatta disse que vai questionar a Prefeitura e cobrar uma solução para o problema. Ele disse que, por fora, está tudo muito organizado, mas o local precisa funcionar direito para atender a demanda dos carroceiros. Ele disse ainda que esteve no ecoponto do Lago Azul e constatou que lá tudo funciona bem.

MONITORAMENTO

O ecoponto do Claudionor Cinti é cercado por alambrado e portão, possui guarita com eletricidade e banheiro, circuito de câmeras de segurança, pátio e rampa de acesso às caçambas, que foram preparadas para receber materiais separados por tipo. Há ainda um contêiner para materiais de alto risco, como vidro e outros materiais cortantes e pontiagudos.

O local, que funciona em horário comercial, tem monitoramento 24 horas por vídeo, transmitido à central de operações da Guarda Municipal.

PARCERIA

O ecoponto do Claudionor Cinti faz parte de parceria entre a Prefeitura e o empresário Silton Diniz, proprietário do supermercado Casa Diniz, que se comprometeu a construir sete ecopontos como forma de compensar o município pela troca de uma área na Vila Mendonça. Além deste, ele deverá construir ecopontos nos bairros Vila Alba, Vila Universo, Ivo Tozzi, Casa Nova, São José, Vista Verde e adequação no bairro Carazza. Já estão em construção outros dois ecopontos na Vila Alba e no bairro São José.

OUTRO LADO

Questionada, a Prefeitura afirmou que o problema no ecoponto do Claudionor Cinti é pontual e que será feita uma readequação da rampa de acesso às caçambas, para facilitar a operação.

Conforme a assessoria de imprensa da Prefeitura, o local permaneceu fechado nesta terça-feira porque o funcionário designado para ficar naquele ecoponto sofreu uma ameça, que foi comunicada à polícia civil, por meio de um boletim de ocorrência, para apuração dos fatos.

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.