ARAÇATUBA | 15 NOVEMBRO
| 8:12 | 22° MIN 31°MAX |
Pancadas de Chuva - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
Anunciante
MEIO AMBIENTE
Ecoponto da Vila Alba ocupa área que deveria ser destinada ao lazer
Anunciante

O ecoponto dos bairros Vila Alba e Manoel Pires, em Araçatuba, está localizado em uma área de lazer. A confirmação é da própria Prefeitura, em resposta a um requerimento apresentado pelo vereador Lucas Zanatta (PV). A população não quer que o local seja transformado em área de descarte de resíduos e pede que o município utilize outro espaço para esta finalidade.

Para o vereador Lucas Zanatta, a questão precisa ser analisada com critério, pois pode se transformar em uma discussão jurídica. “Não sabemos se a finalidade daquele espaço foi alterada em lei. No cartório, sabemos que não, e isso pode criar um problema para o município”, afirmou.

Zanatta lembra, ainda, que o ecoponto instalado entre a Vila Alba e o Manoel Pires provocou uma insatisfação social, uma vez que os moradores rejeitaram a ideia. “Se é uma área de lazer e os moradores estão descontentes, a obra pode ser embargada. Não podemos ter um ecoponto inócuo”, disse.

O vereador afirmou que vai passar as informações aos colegas da comissão de meio ambiente, formada por ele e pelos vereadores Beatriz Soares Nogueira (Rede) e Márcio Saito (PSDB).

A instalação deste ecoponto faz parte de uma permuta realizada pelo município com o empresário Silton Diniz, proprietário do Supermercado Casa Diniz, que ficou responsável pela instalação de oito ecopontos na cidade, como forma de compensar a diferença de preços dos terrenos trocados entre ele e a Prefeitura.

CONTRÁRIOS

A dona de casa Juliana Costa Barbosa, que reside na Vila Alba há 26 anos, conta que os moradores já foram ao Ministério Público e ao cartório, onde constataram que a área do ecoponto deveria ser destinada ao lazer, e não ao depósito de resíduos.

Segundo ela, a obra está parada há duas semanas. O espaço foi fechado com alambrado, recebeu pintura e calçada. “O ecoponto não é uma coisa ruim, mas não queremos na entrada do bairro, onde o pessoal joga futebol”, argumenta, destacando que há outros espaços no bairro que poderiam ser utilizados para isso.

A dona de casa reclama que o bairro não tem equipamentos para o lazer dos moradores. Um barracão onde eventos eram realizados não recebe manutenção e as telhas estão caindo, pois o telhado está cheio de cupim. Há risco de desabamento.

“Nós queremos melhorias para o bairro, com a manutenção deste barracão, um parquinho para as crianças e uma academia ao ar livre”, reivindica. O bairro possui um campo de futebol, onde a população utiliza para treinar e realizar campeonatos.

SEM MUDANÇA

De acordo com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade, não há mudança no projeto inicial. “Esclarece, no entanto, aos moradores, que equipamentos já existentes, como o campo de futebol, permanecerão intactos. O ecoponto é um sistema de manejo ambiental que auxilia no descarte correto de desejos sólidos que não seja lixo doméstico”, afirmou a secretaria, por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa da Prefeitura.

 


Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.