ARAÇATUBA | 20 JUNHO
| 2:13 | 14° MIN 27°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
CIDADES
CIDADES
DILAFLOR copia PT, lota Câmara de apaniguados para evitar pressão a reajuste do IPTU mas sai derrotado; projeto é adiado
O prefeito Dilador Borges (PSDB) e a vice Edna Flor (PPS), pai e mão do projeto que prevê, hoje, reajuste de 20% no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), por mais que criticassem no passado, quando ocorria com outras administrações, instruíram direitinho seu rebanho de servidores apaniguados e secretários a ocupar as cadeiras do auditório da Câmara para evitar que os espaços fossem preenchidos por populares contrários ao reajuste do tributo. Só faltaram chamar os sem-terra para engrossar a defesa do Executivo, como acontecia no passado.

O tucanato/pepessista bem que tentou mas não deu certo. Pressionados por uma multidão que tomou as galerias do Legislativo, os vereadores, literalmente, em especial os avassalados que se dispunham a votar favorável ao aumento do IPTU, simplesmente se acovardaram.

Mostraram para os eleitores de Araçatuba que, diante do prefeito, roncam grosso e garante tudo e mais um pouco. No entanto, diante do povão, prevaleceu o medo sob o argumento de que a votação do projeto não poderia ser tocada adiante por conta de tumultos provocados pelos populares que acompanharam os trabalhos do Legislativo.

A proposta de aumento de 20%, volta a ser apreciada no dia 20 deste mês, uma vez que, na próxima sessão, será votado o orçamento do município para o ano de 2018. Por questão regimental, tem que ser o único projeto em pauta.



TEMPO PARA NEGOCIAR

Com mais 15 dias de prazo, populares e, especialmente, grupos contrários ao reajuste, como o MBL (Movimento Brasil Livre) de Araçatuba, vão tentar de todas as formas convencer o chefe do Executivo de que o momento não é para aumento como o que fora proposto. Vale lembrar que começou com 45%, depois caiu para 40% e está hoje em 20%.

Mas não é o que querem populares, movimentos e também vereadores da base aliada do turrão Dilador Borges. Durante a tarde desta segunda-feira, vereadores da base aliada chegaram a se reunir com o tucano para propor que o aumento no IPTU de 2018 fosse de apenas 10%. Ou que então os 20% fossem divididos anualmente em majorações de 5%.

Nem mesmo o projeto que prevê descontos de até 25% no tributo para quem paga em dia convenceu os populares. A proposta, simplesmente foi ignorada e também adiada.

DERROTA PARA O FUTURO DE DILADOR

De nada adiantou. O projeto com previsão de 20% foi levado a votação e a decisão pelo adiamento, é o que se pode chamar de uma derrota acachapante para a dupla Dilador Borges e Edna Flor, gestores de Araçatuba responsáveis pelo projeto e todos os desgastes dele decorrentes para uma administração que até agora só choveu no molhado, sem fazer absolutamente nada do que prometeu em campanha - lembrando que tapar buraco não é mérito de nenhum prefeito, mas obrigação.

Para que a derrota de Dilador e Edna Flor, que sonha em ter os votos dos araçatubenses nas eleições para deputada estadual em 2018, seja consolidada de vez, a população e os movimentos políticos não podem esmorecer um segundo nos próximos dias. O MBL quer que o assunto seja discutido com a população, o que não aconteceu.



Há entre vereadores, populares e líderes de movimentos, um entendimento de que um aumento de até 10% para 2018 seja tolerável. Dilador não quer, pois sabe que precisa arrecadar o máximo que puder para colocar seu plano de governo em andamento. Executar pelo menos um naco do que prometeu aos araçatubenses. Do contrário, politicamente, estará morto.

Se não baixar a guarda, o tucano dente a se defrontar no futuro com um outro movimento: o de articulação da população para que o IPTU não seja pago. O que, aí sim, será um prejuízo sem precedentes para um governo que, até agora, não mostrou a que veio.

Infelizmente para Dilador e Edna Flor, a famosa pedra que se atirava contra o telhado de vidro de outras gestões, estão sentindo na pele o que é política de fato e, mais que isso, o que4 é a mobilização popular. Ainda mais em tempos de internet, onde tudo poderá ser revivido a qualquer instante. Em especial, quando a dupla Dilaflor voltar a pedir votos dos araçatubenses para cargos eletivos que venham a disputar novamente.

Em tempo, vale reforçar que #APOPULAÇÃONÃOQUERPAGARIPTUMAISCARO.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.