ARAÇATUBA | 20 OUTUBRO
| 23:9 | 17° MIN 28°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Dilador e Edna anunciam 10 secretários; faltam mais 5 nomes
Anunciante
O prefeito eleito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB), e a vice, Edna Flor (PPS), anunciaram na tarde desta terça-feira (22) parte do secretariado que ajudará a dupla a administrar a cidade a partir de 1º de janeiro de 2017. São dez nomes de um total de 15 secretários.

Fábio Blaya Martinez, que administrou o plano de Saúde da Santa Casa e que até então estava na gestão do hospital, vai comandar a pasta de Saúde, uma das mais complexas da administração municipal

Para a Cultura, foi confirmada a ex-vereadora Marly Garcia, que concorreu a uma cadeira na Câmara, no pleito deste ano, pelo PV. Já para comandat o o Meio Ambiente, que agrupará também a secretaria de Turismo, foi escolhido Petrônio Pereira Filho, que foi funcionário do governo do Estado.

As pastas de Educação e Assistência Social terão comandos escolhidos diretamente pela vice Edna Flor. Para cuidar do ensino em Araçatuba, ela indicou Silvana de Souza e Souza, diretora da escola municipal Índio Poti. Já para a parte assistencial, Maria Cristina Domingues, que é desde 2009 sua assessora parlamentar na Câmara. Ela conduzirá também as atividades da secretaria de Participação Cidadã, que deixará de existir.

Josué Cardoso de Lima comandará a secretaria da Fazenda e  Manoel Afonso de Almeida Filho ficará com na pasta de Governo, que agregará os serviços de Comunicação da Prefeitura, hoje a cargo de uma pasta própria que deixará de existir. A jornalista Kelly Taiacollo é quem cuidará da imprensa na gestão tucana.

O vereador Ermenegildo Nava, apesar de não estar presente e não ter sido citado em coletiva promovida por Dilador e Edna nesta terça-feira, será o secretário de Assuntos Jurídicos. E Deocleciano Borella, presidente do PSDB, até então sondado para a chefia de gabinete de Dilador, irá comandar a pasta de Administração.

O empresário Erik Carneiro da Silva, genro do falecido dono da Madine Móveis, Pedro de Oliveira, muito amigo de Dilador, é quem vai comandar as pastas de Desenvolvimento Econômico e Desenvolvimento Agroindustrial, que serão agregadas numa só.

Tadeu Consoni vai comandar o Planejamento e Habitação. E para a Segurança, foi definido o nome de Antonio Erivaldo Gomes Assêncio.  Desta forma, ficam faltando apenas a definição de comandos para as secretarias de Esportes e Lazer; Obras e Mobilidade Urbana.

Em discurso à imprensa, Dilador disse que sua gestão e de Edna será pautada pelo compromisso com a população e com o dinheiro público. Ele indicou a possibilidade de cortes de cargos comissionados, porém não falou em números. disse que dependerá de avaliar a situação e a necessidade assim que todas as pastas estiverem com os comandos definidos.

Neste primeiro anúncio, Dilador evitou falar sobre os possíveis problemas que vai enfrentar. Disse que herdará, sem citar o governo petista, uma dívida de R$ 210 milhões acumulada ao longo das últimas gestões municipais. Demonstrou preocupação com precatórios e com o uso de recursos, pela atual gestão, de recursos depositados em juízo para o município decorrentes de processos que ainda não foram concluídos judicialmente.

Sobre contratações de OSs (Organizações Sociais), o tucano disse que irá avaliar e respeitar os contratos que estão em andamento. No entanto, garantiu que em sua gestão, "nada será feito como nos governos do PT".
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.