ARAÇATUBA | 18 DEZEMBRO
| 10:49 | 23° MIN 35°MAX |
Pancadas de Chuva a Tarde - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Dilador Borges teria nomeado 'diretor fantasma' para Trânsito
Anunciante
O Política e Mais recebeu há pouco mais de uma semana denúncia de que o atual diretor do Departamento de Trânsito da Prefeitura de Araçatuba, Paulo Roberto da Silva, que ocupa cargo comissionado vinculado à secretaria de Mobilidade Urbana, não estaria cumprindo à risco seus horários de trabalho na repartição. Isso porque ele é dono de uma van que faz transporte particular de alunos e seria uma espécie de "funcionário fantasma" na repartição.

Desde que foi informado sobre o caso, o site fez 22 ligações à secretaria de Mobilidade Urbana, em períodos diversificados, mas sempre antes das 12h, horário que normalmente alunos da manhã já encerraram suas aulas, e sempre após as 14h, quando o diretor, pelo menos em tese, deveria estar em trabalho.

A ausência do direito a possível constatação de que ele não trabalhou, pelo menos durante o período de apuração da reportagem, como se deve, contrapõe ao compromisso que o prefeito Dilador Borges (PSDB) e a vice Edna Flor (PPS) assumiram recentemente, de registrarem diariamente, por meio de impressões digitais, seus horários de entrada e saída do trabalho.

Nomeado no dia 30 de janeiro, por meio de decreto assinado por Dilador, Paulo, que também é conhecido como "Paulo Café", foi procurado pela primeira vez pelo Política e Mais, por telefone, no dia 9 deste mês. Numa ligação feita às 11h46, a atendente da secretaria demorou a identificar o diretor pelo apelido. Teve consciência de quem era após ouvir que se tratava do genro do ex-vice-prefeito Antônio Barreto dos Santos, atual presidente do PSD, partido que esteve ao lado do tucano nas eleições do ano passado.



Na última segunda-feira (13), o Política e Mais, usando o nome de Ricardo, conseguiu falar com Paulo no telefone da secretaria. Ele confirmou que trabalha com o transporte de alunos. No entanto, quando questionado sobre como funcionaria sua atividade, pediu que lhe fosse passado um número de telefone da parte interessada.

"Trabalho também. Deixa eu pedir uma coisa. Como o senhor chama? Passa seu telefone para mim fazendo favor. Dá um minutinho que eu ligo para o senhor, pode ser? Dá um minutinho que ligo aí pro senhor já. Obrigado senhor Ricardo. Até daqui a pouco", disse o diretor no primeiro contato.

Poucos minutos após, Paulo Café retornou à ligação no número informado e reafirmou que fazia o serviço, mas não tinha disposição, pelo horário, para a escola questionada. Na conversa, ele sugeriu que fosse procurado seu irmão, que também trabalha como perueiro escolar.



Na própria segunda-feira, a reportagem fotografou a van de Paulo no estacionamento da secretaria de Mobilidade Urbana. Às 10h36. Desde então, o Política e Mais veio ligando continuamente para a secretaria de Mobilidade Urbana, para constar que Paulo sempre estava ausente da repartição próximo ao horário que antecede a saída dos estudantes.

No dia 14, às 10h35, o Política e Mais tentou novamente entrar em contato com Paulo na Mobilidade Urbana. A atendente deu a seguinte resposta: "Ele não está aqui", disse. Perguntado qual o melhor horário para se falar com ele, a mesma pessoa respondeu: "Olha, na parte da tarde, depois das três (15h). A secretaria fecha às cinco horas (17h), mas a partir das três (15h) o senhor encontra ele aqui".



A última tentativa de se falar com Paulo Café na Mobilidade Urbana foi nesta quinta-feira (16), às 11h44. A pessoa que atendeu disse que o diretor não estava, mais uma vez. A partir de então, o Política e Mais não entrou mais em contato.

Nesta sexta-feira (17), o site mandou o seguinte questionamento para a administração municipal:

Prezada Assessoria,

O Política e Mais vem, por meio deste, solicitar explicações da administração municipal sobre a atuação do Diretor do Departamento Municipal de Trânsito, Paulo Roberto da Silva, que foi nomeado para o cargo, vinculado à Secretaria de Mobilidade Urbana, por meio do decreto 19.086, de 30 de janeiro de 2017.

O Política e Mais recebeu informações de que o servidor em questão teria uma "atuação fantasma" na repartição para a qual foi nomeado, uma vez que ele tem um veículo e também atua diariamente como transportador de alunos em Araçatuba.

A informação é de que Paulo Roberto da Silva é genro do ex-vice-prefeito Antônio Barreto dos Santos, presidente local do PSD, que apoiou a candidatura do prefeito Dilador Borges (PSDB) e da vice Edna Flor nas eleições de outubro de 2016.



Entre os dias 9 de fevereiro de 2017 e 16 de fevereiro de 2017 o Política e Mais fez 22 ligações à Secretaria de Mobilidade Urbana, em horários em que o diretor deveria estar trabalhando, e só conseguiu falar com ele apenas uma vez. Nesta ocasião, ele confirmou por telefone que "também" faz o transporte particular de alunos.

O Política e Mais tentou falar com o diretor em horários diversificados e constatou sua ausência sempre após as 11h. Coincidentemente, horário em que os estudantes do período da manhã costumam sair das escolas.

Em uma das gravações, uma funcionária da secretaria diz que o melhor horário para encontrar o diretor na secretaria é após as três da tarde (15 horas). O site também flagrou o diretor em plena atividade como transportador de alunos. Numa das ocasiões, ele passa pela avenida Brasília, bem em frente ao gabinete do senhor prefeito Dilador.

Também chama atenção a van escolar estacionada do lado exterior à Secretaria de Mobilidade Urbana e nas proximidades da repartição.

Para comprovar o que questiona, o Política e Mais anexa quatro gravações que podem confirmar o que diz. Numa delas, o referido diretor pede, pelo telefone fixo da secretaria, o número da pessoa interessada no transporte escolar. Em poucos minutos, ele retornou à ligação de um aparelho celular. O site tem isso também gravado, mas entende que o principal é o diretor dizendo que ele "também trabalha" com o transporte de alunos. O site também envia à administração municipal fotos da atividade particular do diretor.

[audio mp3="http://politicaemais.com.br/wp-content/uploads/2017/02/GRAVAÇÃO-1-DIA-9-11H46M-PRIMEIRO-CONTATO.mp3"][/audio]

[audio mp3="http://politicaemais.com.br/wp-content/uploads/2017/02/GRAVAÇÃO-2-DIA-13-14H08M-CONFIRMA-TRANSPORTE.mp3"][/audio]

[audio mp3="http://politicaemais.com.br/wp-content/uploads/2017/02/GRAVAÇÃO-3-DIA-14-10H300-LIGAÇÃO-CAIU-APÓS-LONGA-ESPERA.mp3"][/audio]

[audio mp3="http://politicaemais.com.br/wp-content/uploads/2017/02/gravação-4-DIA-14-10H35-FUNCIONÁRIA-DIZ-QUE-ACHA-DIRETOR-APÓS-15H.mp3"][/audio]

E faz os seguintes questionamentos:

1 - A administração municipal sabe que o diretor do Departamento de Trânsito exerce função de perueiro escolar?

2 - O prefeito Dilador Borges, especialmente, sabe disso?

3 - O secretário de Mobilidade Urbana, Tadeu Consoni, que fica no Paço Municipal, onde também atua como secretário de Planejamento, e não na sede localizada no bairro Santana, sabe da atividade extra de seu subordinado?

4 - O governo do prefeito Dilador Borges e da vice-prefeita Edna Flor concordam com isso, acham isso legal?

5 - Qual carga horária deve ser cumprida pelo diretor? Entrar em serviço qual hora? Sair para o almoço qual hora? Retornar do almoço qual hora? E encerrar sua atividade do dia qual hora?

6 - Constatando a administração municipal, que se trata de uma eventual ilegalidade, o que o governo do prefeito Dilador pretende fazer?

7 - Para um gestor que pregou respeito ao dinheiro público e Araçatuba durante a campanha eleitoral, ele acha justa a permanência desse diretor no referido cargo?

8 - Por fim, o que o município tem a dizer sobre isso?

Sem mais

Política e Mais

A administração municipal ainda não respondeu aos questionamentos.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.