ARAÇATUBA | 22 JUNHO
| 2:35 | 16° MIN 29°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Dê o exemplo, Nava: 'pegue seu banquinho e saia de mansinho'
"Muito em particular, honra-me em saber que estou podendo contribuir para que esse verme crônico estigmatizado de 'nepotismo' seja extirpado da administração pública de Araçatuba". A declaração é do ilustre secretário de Assuntos Jurídicos da Prefeitura de Araçatuba, Ermenegildo Nava, proferida em 30 de março de 2006, conforme publica a Folha da Região em seu editorial na edição desta terça-feira (10).

De lá para cá, só mudou o discurso, pois o Nava é o mesmo, um ex-promotor de justiça, advogado e ex-vereador. O mesmo que teve, nos primeiros dias de governo do prefeito Dilador Borges (PSDB) e da vice Edna Flor (PPS), uma irmã e uma nora nomeadas para cargos apadrinhados na administração municipal.

O editorial da Folha da Região deixa claro que a nomeação das parentes de Nava faz configurar na administração de Dilador e Edna a pecha de velha política. Justamente o contrário do que tucano e pepessista propagandearam durante a campanha eleitoral.

editorial-folha

Passados dez dias de governo, o sangramento por conta da família Nava na administração de Dilador processe sem que nenhuma providência seja tomada. Uma vergonha para quem disse que seria diferente. No caso específico de Dilador, um contrassenso para quem, quando foi anunciar sua primeira leva de secretários, disse em claro em bom som durante entrevista coletiva que sua administração não teria nada de igual à tocada pelo PT ao longo dos últimos oito anos. Ledo engano.

Sobre Nava, com qual segurança jurídica o governo delineará suas ações a partir de agora tendo como orientação um responsável jurídico que causou tamanho constrangimento e um problema que ainda pode terminar na Justiça, inclusivo com o risco de Dilador responder por improbidade administrativa, cujo significado é "desonestidade com o dinheiro público".

Nava, por obrigação, deveria pegar seu banquinho e sair de mansinho. Ficaria muito melhor, pois deixar para que o Prefeito a resolução dessa questão é um sacrilégio. Dilador e Edna, definitivamente, não merecem enfrentar tamanho estrago em suas imagens.

No governo, Nava passa a ser uma pessoa de confiança duvidosa, uma vez que, por mais que jure não ter indicado suas parentes, garante que a nora foi sugerida pelo seu próprio filho. Além do mais, uma ex-assessora de Nava na Câmara, também está nomeada na Educação. E um outro assessor, que foi candidato a vereador, prestes a ser nomeado. Sem falar em seu parceiro de escritório de advocacia, que assumiu o comando do Procon. É muita gente, de certa forma, ligada a Nava, num só governo. Uma questão lamentável para não se dizer outra coisa.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.