ARAÇATUBA | 14 DEZEMBRO
| 0:0 | 21° MIN 34°MAX |
 - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Cuspiram para cima e se esqueceram de comprar guarda-chuvas
Anunciante
Uma, duas, três. É assim que se começa. É assim que a realidade na gestão pública normalmente vem à tona. O contar se refere ao número de licitações abertas pela Prefeitura de Araçatuba na gestão DILAFLOR - esta aí, formada pelo cimenteiro Dilador Borges (PSDB) e a defensora dos direitos humanos, da ética, da legalidade e moralidade, Edna Flor (PPS) - e que estão sendo impugnadas pelo TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) por algum tipo de ilegalidade ou falta de clareza.

Não deve estar sendo fácil para o atual governo, que tem no seu quadro administrativo pessoas especialistas a impugnar licitações em gestões passadas - não é mesmo, vice Edna Flor? - e que não foi isso que prometeu à população ainda durante a campanha eleitoral de 2016.

As impugnações de quaisquer licitações são naturais sejam elas em qual governo for, de bandeira verde, amarela, vermelha, azul ou roxa. No entanto, pelo menos nesse quesito, quando se promete lisura, como feito em campanha, é duro suportar o golpe de uma suspensão, seja qual for o processo de contratação.

A leitura que se pode fazer é que o governo DILAFLOR não imaginava que seria atingido como começa a ser. A impressão é de que a dupla tucano-pepessista contava com uma blindagem endurecida em todas as esferas de questionamento. Em especial no TCE-SP, que, diga-se de passagem, tem muitos conselheiros indicados pelo governo PSDB, o mesmo do gestor araçatubense.

Judicialmente, por hora, ainda não há um ataque contundente. Tudo que foi denunciado acabou sendo arquivado. O que há são ações que pedem o fim de contratos com Oss (Organizações Sociais) que atuam de forma terceirizada no município e que a Prefeitura assuma, por conta própria, tais atividades.

Não é o que vai acontecer. O município vai contratar novas OSs. Daí será hora de ver o comportamento do Ministério Público local. Por enquanto, essa é a principal questão que cria expectativa no que tange a uma intervenção judicial contra os atuais gestores. É preciso esperar.

Até que mais coisas aconteçam, que outros fatos venham a público. A população deve acompanhar e avaliar, pois o atual governo, este aí que prometeu fazer mais com menos, que quer enxugar despesas, mostra que cuspiu para cima durante o pleito eleitoral e se esqueceu de comprar guarda-chuvas. Se é que para bom entendedor, meia palavra basta. O escarro lançado ao alto meses atrás, está voltando direto na cara de quem prometeu o impossível e que agora não sabe como se livrar dos discursos famigerados de um passado não muito distante que têm legado os araçatubenses a avaliarem a atual administração como um mero "mais do mesmo" político.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.