ARAÇATUBA | 22 OUTUBRO
| 15:45 | 18° MIN 30°MAX |
Parcialmente Nublado - Fonte: CPTEC/INPE
POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO
Anunciante
FAZER O BEM
CRIME: Comissionado de Dilador ameaça perueiros e vaza dados sobre fiscalização da Polícia Militar em vans escolares
Anunciante
Após o Política e Mais revelar, em reportagem publicada no dia 17 de fevereiro, que o prefeito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB), havia nomeado para o cargo de diretor do Departamento de Trânsito um servidor comissionado que, paralelamente à atividade, trabalhava como motorista de van escolar, o site recebeu duas gravações de áudio que podem configurar crimes cometidos pelo apadrinhado do tucano no exercício da atividade.

Genro do ex-vice-prefeito Antônio Barreto dos Santos, presidente do PSD, partido que compôs a coligação do atual prefeito, o diretor Paulo Roberto da Silva gravou e espalhou em grupos do Whatsapp, duas conversas para lá de comprometedoras e que fogem completamente ao exercício da atividade que exerce na administração municipal.

Numa das conversas, o diretor fala a um grupo de condutores de vans escolares sobre o esquema de fiscalização elaborado pela Polícia Militar para este início de ano. No dia 14 de fevereiro, o jornal Folha da Região publicou reportagem sobre operação de fiscalização da PM, informando que, na ocasião, 11 autuações haviam sido emitidas.

Tudo indica que a gravação espalhada por Paulo Café antes da operação ser realizada. O envolvimento de um diretor municipal no vazamento de informações públicas e, principalmente, de uma outra instituição, como a Polícia Militar, no caso, é um crime escancarado. Desde fevereiro o Política e Mais vem denunciando a atuação do servidor apaniguado no governo DILAFLOR, formado pelo prefeito Dilador Borges e a vice Edna Flor (PPS). Porém, até o momento, nada pasou da instauração de uma sindicância.



LEIA NA ÍNTEGRA O CONTEÚDO DE UMA GRAVAÇÃO:

"Boa tarde transportadores, é o Café, tudo bem? Eu estive hoje com uma pessoa da Polícia Militar e ela falou que a operação vai ser essa semana. Eu acho que semana que vem ele falou que não vai mais. Mais foi uma ordem aí que teve muitas reclamações. Teve coisa por escrito para eles lá. O negócio está sério. Então, eles estão fiscalizando mesmo essa semana, só que eles conseguiram fiscalizar uma parte do que eles precisam fazer. Então, quem tiver van escolar, vou deixar bem claro pra vocês já que, às vezes eu não dou recado, vão dizer que eu estou escondendo e tal. Essa semana vai ter fiscalização. Ele falou que semana que vem já vai parar. Mas, fiquem espertos. Eu acho que vai semana que vem ainda. Aí, vai acabar, vamos supor, semana que vem, se for todo dia da semana que vem. Depois, até o meio do ano, eles vão fazer uma semana de operação pente-fino nas vans. Eles vão buscar van uma semana inteira. Então, já está avisado. Vai fazer desde luz no teto, tacógrafo, tudo, tudo, tudo, extintor, eles vão fazer tudo. Então, quem tiver com transporte escolar e quiser continuar, se prepara cara, não vai ter tregua, cara. Tive com o comandante agora e ele falou que vai ser desse jeito e acabou, entendeu. Ele falou que vão fazeer isso e não vai ter perdão pra nada. Então, van escolar que não tiver legalizada, não vai trabalhar. Então vocês já se preparam. Um abraço9. Depois, a gente vai conversando, qualquer coisa alguém quiser pedir informação, me liga".



LEIA CONTEÚDO EM QUE O DIRETOR DIZ QUE TERGUARDAS SOB SEU COMANDO:

"O pessoal transportador escolar, é o Café quem tá falando, tá, eu não tô mais fazendo mais transporte escolar, já parei e eu tô trabalhando na Guarda. Então, esses guardas que vocês estão ofendendo aí, estão todos ao meu comando. Então, eu vou sair do grupo, tá, porque eu tô vendo vocês falarem aí, e agora eu tô sabendo como vocês estão pensando deles, então agora eu vou agir, vou pedir para eles agirem também rigorosamente, tanto com as vans de vocês e com os outros também, pessoal que faz infração, vamos vistoriar. Mas eu vou sair do grupo até porque conversei com a minha irmã agora, ela falou: você tem que sair do grupo. Parou de fazer transporte escolar tem que sair do grupo. Eu tenho dois telefones que estão no grupo de van. Vou sair dos dois. Então, não estou fazendo mais transporte, estou me despedindo de vocês aí, meus amigos, com raiva de ninguém. (...inaudível) Conversando aí também, vocês precisam respeitar cara, os guardas fazem um trabalho que ninguém faz. Porque se fosse um guarda Militar, se fosse parar nas vistorias de vocês aí, sabe que ia prender muita van. E se os guardas municipais começarem a fazer isso aí, vocês vão questionar. Eles não fazem isso. Eles vão lá para multar, para melhorar o trânsito. Mas eu não vou questionar com vocês aqui não. Estou saindo do grupo. Devia ter saído já. Tá bom?. Só peço que vocês respeitem eles e continuem andando certo. Vou avisar pra vocês que eu já fui informado, vou informar vocês também, já tinha avisado a alguns. Vou avisar vocês. Esse ano teve uma fiscalização semana passada da Polícia Militar. Mês que vem vai ter de novo, mês que vem vai ter de novo. Vão parar para fazer vistoria novamente. Então, agora em março não vai ter. Em abril, provavelmente vai ter de novo e antes do final das férias vai ter outra. Eles vão vistoriar, vai vistoriar tudo. Então, eu estou deixando avisado pra vocês, pra vocês depois não falarem que eu não avisei, Que eu sou inimigo de vocês. Tá? Obrigado";

AGORA OUÇA AS DUAS GRAVAÇÕES:

[audio mp3="http://politicaemais.com.br/wp-content/uploads/2017/03/WhatsApp-Audio-2017-03-07-at-125012-PM1.mp3"][/audio]

[audio mp3="http://politicaemais.com.br/wp-content/uploads/2017/03/WhatsApp-Audio-2017-03-07-at-85057-AM1.mp3"][/audio]

O Política e Mais questionou a Prefeitura sobre as gravações em questão e a conduta do diretor do Departamento de Trânsito. O site aguarda resposta.
Anunciante
O Araçatuba e Região não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Entre em contato através do telefone ou whatsapp a seguir e saiba como anunciar aqui
(18) 99774 5888
Copyright © 2018 Política e Mais. Todos os direitos reservados.